Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

As 7 casas inesquecíveis (e sustentáveis!) da CASACOR

Listamos as 7 casas que marcaram a história da CASACOR ora pela beleza de sua arquitetura ora por apresentar princípios fundamentais do morar contemporâneo

Por Giovanna Jarandilha/CASACOR
8 jul 2021, 09h00

Não é fácil elencar as casas mais importantes da CASACOR. Afinal, são inúmeros os projetos apresentados nas mais diversas mostras, que acontecem por todo o Brasil e Américas.

A proposta dessa lista é reunir projetos com boa arquitetura, práticas sustentáveis, tendências do morar e que também contaram com o reconhecimento do público, além de indicações e premiações que muitos dos projetos abaixo receberam pelo mundo afora.

Veja também:
+ 5 obras inesquecíveis de Lina Bo Bardi
+ CASACOR Rio Grande do Sul revela elenco da edição 2021
+ 10 casas modernas que marcaram a história da arquitetura do século 20

Sendo assim, chegamos às sete casas inesquecíveis da maior e mais completa mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas. São projetos que marcaram suas respectivas mostras, não só pela beleza estética e arquitetônica, mas por princípios essenciais ao morar contemporâneo, como a sustentabilidade e a mobilidade. Confira a seleção a seguir:

1) Casa Syshaus, Arthur Casas

Casa Syshaus, Arthur Casas

Com 200 m², a estrutura de pilares, vigas e parafusos de aço dispensa fundação e concretagem. Tudo é encaixado, do piso ao forro. Cerca de 90% dos componentes vêm da fábrica sob medida. Além disso, 100% dos materiais utilizados são recicláveis, e há um telhado verde que contribui naturalmente para o conforto térmico e acústico, dando o máximo respeito à natureza em todos os processos da construção.

Continua após a publicidade

Generosas aberturas permitem que a casa seja atravessada pela ventilação e luz natural, reduzindo o consumo de energia com iluminação e ar condicionado. Os móveis foram projetados em módulos, ou seja, assim como a estrutura da casa, podem ser montados em outra localidade.

O método construtivo também inclui práticas sustentáveis do cotidiano, como o mecanismo de captação e reuso de água da chuva; um sistema de biodigestão, que transforma o lixo orgânico em gás para utilização na lareira e na cozinha, e em adubo para uso no jardim ou horta; e tomadas para veículos elétricos. Quando comercializado, o modelo da Casa Syshaus também pode incluir painéis fotovoltaicos, que, por meio de seu sistema inteligente de monitoramento, usam ao máximo a energia solar.

Casa Syshaus, Arthur Casas

O projeto mais inesquecível da CASACOR São Paulo 2018 é a Casa Syshaus, que apresentou o sistema modular SysHaus desenvolvido pelo escritório de Arthur Casas. A tecnologia tornou possível erguer uma casa de alto padrão em menos de um mês, com resíduos e consumo de água praticamente zero. Cada parte do projeto foi pensada exclusivamente com base em suas necessidades e especificações, de modo extremamente eficiente e funcional, sem entulho e com tempo de execução reduzido.

2) Casa Lite, Duda Porto

Casa Lite, Duda Porto

Continua após a publicidade

Duda Porto não deixou de mais uma vez surpreender em sua última participação na CASACOR São Paulo. A Casa Lite, com 190m² de área total, foi executada em apenas 40 dias. Valorizando o essencial, o projeto é autossuficiente, modular e sustentável, de execução limpa e rápida.

Desenvolvido pelo profissional em 2013, o sistema Lite se baseia em uma arquitetura de planejamento e eficiência, em que cada detalhe é pensado para o melhor aproveitamento de material, transporte, integração entre o homem, a arquitetura e o espaço ao seu redor. A ideia é buscar um equilíbrio perfeito entre natureza e habitante, usando de tecnologias e linhas essenciais da arquitetura para criar um lar aconchegante e contemporâneo, com o mínimo impacto ambiental.

Casa Lite, Duda Porto

Apresentada como uma representação dessa ideia, a casa Lite traz um sistema modular que a torna nômade, podendo ser desmontada, transportada e remontada em qualquer lugar. “A casa Lite nasceu da busca por menos excesso e mais essência. Acreditamos que a moradia é um ponto de encontro no movimento constante da vida. Um palco para as nossas relações com a natureza e com quem amamos”, afirma Duda.

O sistema construtivo, baseado em estruturas metálicas, dispensa concretagem, tornando a obra limpa, com baixo consumo de água e redução de resíduos. A casa conta ainda com sistema para captação de água pluvial e painéis solares, que são capazes de suprir boa parte da demanda energética.

Continua após a publicidade

Na decoração, Duda optou por revestimentos amadeirados, que aquecem os ambientes. Na área íntima, uma parede de pedra natural aparece em contraste com a madeira. As grandes esquadrias e portas camarão com muxarabi permitem a entrada de luz natural e ventilação cruzada, diminuindo a necessidade de condicionadores de ar.

Em tempo: o projeto de Duda Porto além de conquistar o selo Casa Saudável, pelo Healthy Building Certificate, foi transportado para Itaipava, região serrana do Rio de Janeiro e se transformou na casa de campo do casal Bruno Gagliasso e Giovana Ewbank.

3) Casa Ônix, Gabriel Bordin

Casa Ônix, Gabriel Bordin

Através das aberturas criadas pelos grandes painéis de vidro combinadas às ripas de madeira, o jardim externo e a luz natural adentram o espaço, conectando a área interna com o verde. O conforto minimalista, marca registrada de Gabriel, reforça que a grande protagonista da casa é a natureza.

Casa Ônix, Gabriel Bordin

Continua após a publicidade

O ápice do relaxamento fica por conta da banheira com espelho d’água, convidando o visitante a se desligar temporariamente da vida externa e imergir em uma sessão de spa. No fundo, a varanda com jardim vertical exuberante capta o olhar.

4) Casa das Sibipirunas, Otto Felix

Casa das Sibipirunas, Otto Felix

As vigas metálicas são o ponto de partida e de chegada da Casa das Sibipirunas, assinada por Otto Felix para a CASACOR São Paulo 2019. Elas formam uma estrutura aberta e permeável, fechada em vidro, que conduz a luz natural e desenha os espaços de diferentes formas ao longo do dia. Durante a noite, a iluminação entre os pilares cria uma atmosfera cênica. Um jogo visual delicado que eleva o minimalismo a outra potência.

Esta releitura de casa do campo, que integra living com lareira, cozinha e uma suíte com closet em 250m², foi um dos ambientes mais celebrados da mostra paulistana. Já foi citada, por exemplo, em sites como Archdaily e Designboom – para citar apenas alguns.

Casa das Sibipirunas, Otto Felix

Continua após a publicidade

A mesma pedra é matéria-prima da bancada da cozinha minimalista, vista como uma espécie de ruína que se confunde com uma intervenção artística. Atrás das portas de serralheria, fica uma pequena e funcional cozinha. O banheiro segue o mesmo conceito, com as divisórias facetadas que emergem do chão de modo orgânico, emoldurando o box e a cuba DECA. A mesa de jantar tem desenho original do profissional, executada com pés de latão e tampo de granito no tom café imperial rústico.

5) Casa Grigio, Cris Passing e Giovane Marangoni

Casa Grigio, Cris Passing e Giovane Marangoni

A Casa Grigio foi o espaço mais premiado da CASACOR Santa Catarina 2018 – e não à toa. O projeto, assinado pela arquiteta Cris Passing e Giovane Marangoni, trouxe para a mostra o que há de mais sofisticado em termos de técnicas construtivas. A profissional usou o wood frame canadense para que toda a casa pudesse ser erguida em apenas 40 dias e praticamente sem resíduos.

Como um “papel em branco” em um terreno livre e fácil de explorar, a casa mescla a estrutura arquitetônica ao projeto paisagístico, fazendo com que eles não só se complementem, mas também sirvam ao mesmo propósito. Os grandes fechamentos em vidro valorizam a luz natural e a vista do terreno logo à frente. Do conceito limpo, ambientes integrados e inspiração no design italiano em tons de cinza, surgiu o nome Casa Grigio – um projeto atemporal e elegante.

Casa Grigio, Cris Passing e Giovane Marangoni

O sistema sustentável de construção em wood frame permitiu que a casa fosse finalizada em tempo recorde, mas não só isso – ele também facilita sua realocação para outro lugar. Com o término da mostra, a Casa Grigio foi encontrar seu novo lar no município de Rancho Queimado, a pouco menos de 70 km de Florianópolis. Ali, o projeto serve como a casa de campo de Cris Passing, em um terreno cheio de verde e com uma linda vista para as paisagens do interior.

Dar uma nova vida e um propósito funcional ao projeto faz parte do ideário sustentável que guiou a construção. Toda a madeira utilizada é proveniente de reflorestamento e o mobiliário foi selecionado de acordo com as certificações de sustentabilidade. O percurso ecológico se completa com o reaproveitamento do ambiente inteiro.

6) Casa Contêiner Cosentino, Marilia Pellegrini

Casa Contêiner Cosentino, Marilia Pellegrini

A Casa Contêiner Cosentino foi um dos maiores destaques da CASACOR São Paulo 2019. O projeto ressalta a verdade dos materiais e dos acabamentos excelentes que, sem excessos, trazem um ar acolhedor ao lar minimalista. Na construção, dois contêineres foram acoplados para formar a casa de 60 m². Ela conta com living, cozinha e lavanderia integrados, assim como um quarto com banheiro confortável. A escolha inusitada da estrutura teve a premissa de sustentabilidade: promove uma construção limpa, rápida, seca e com 100% reaproveitamento. Além disso, traz mobilidade e agilidade pois pode ser transportada sem grandes dificuldades.

Os brises ao redor da caixa controlam a luminosidade, sem interromper a visão da paisagem nos espaços internos. O pátio complementa a área útil, acrescentando mais 40 m² ao projeto e aproximando arquitetura e natureza.

Quarto, estar e sala de banho se interligam de maneira orgânica pelo corredor. A faixa iluminada contínua colabora para conectar os espaços. Ao mesmo tempo, as texturas naturais da madeira clara e dos tecidos deixam o ambiente de descanso acolhedor – a delicadeza surpreende quando se está em um contêiner.

Casa Contêiner Cosentino, Marilia Pellegrini

Na construção, o domínio é do branco. Ele se impõe de forma calma e impactante, expondo os poucos e bons elementos que pontuam com sutileza. Peças de designers como Oki Sato trazem sofisticação para o espaço, que tem como revestimento a superfície ultracompacta Dekton, da Cosentino. O material tem a aparência nobre dos mármores, possui tecnologia que facilita a limpeza e pode ser aplicado tanto em áreas internas quanto externas.

7) Casa Up, UP 3 Arquitetura

Casa Up, UP 3 Arquitetura

Um dos projetos mais memoráveis da CASACOR Rio de Janeiro 2021 é uma construção contemporânea elaborada em uma estrutura metálica feita exclusivamente para a mostra. A casa quase não interfere na paisagem dos 12 mil m² de Mata Atlântica – na verdade, é do jardim que ela tira sua força. O projeto, assinado pelo trio Michelle Wilkinson, Thiago Morsh e Cadé Marino, articula o jeito de morar escandinavo com a bossa típica carioca.

Casa Up, UP 3 Arquitetura

Sustentável, a residência foi construída à seco, com poucos resíduos e tempo de obra reduzido. Na decoração, pedra, argila, madeira e algodão são usados na composição dos espaços abertos e multifuncionais, proporcionando a reconexão com a natureza através das grandes aberturas em vidro – aspecto que também é ainda mais reforçado pela paleta em tons terrosos e verde-mata. Do lado de fora, o destaque é dos cobogós, que dividem as áreas interna e externa, além de permear a luminosidade.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.