Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Exaustas e desempregadas: a pandemia castiga mais as mulheres

Brasil registra milhões de mulheres a menos na força de trabalho e retomada do emprego será mais lenta para elas

Por Da Redação
2 fev 2021, 14h56

No terceiro trimestre de 2020, o Brasil registrou 8,5 milhões de mulheres a menos na força de trabalho, na comparação com o mesmo período do ano anterior, segundo dados do IBGE, colhidos na Pnad Contínua.

A taxa de participação das mulheres na força de trabalho ficou em 45%, 14% menos do que em 2019. A retomada (tímida) do mercado de trabalho vista no segundo semestre privilegiou postos ocupados por homens.

A desigualdade está nos números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o saldo ficou em 230,2 mil vagas criadas para homens e 87,6 mil empregos formais perdidos para as mulheres.

A volta das mulheres para o mercado será mais lenta do que para os homens, segundo especialistas entrevistados pela Folha. Mulheres com menos qualificação serão as últimas a conseguirem sair da inatividade, segundo as previsões.

Continua após a publicidade

Uma das razões apontadas é justamente a sobrecarga feminina em papéis domésticos. Mais da metade das brasileiras passou a cuidar de alguém na pandemia. Às mulheres coube cuidar de familiares e filhos durante a pandemia, um quadro que está levando elas à exaustão. Especialistas deram até um nome para o cansaço extremo que atinge, sobretudo as mulheres, em tempos de pandemia fadiga pandêmica.

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.