Como mudar de carreira ou de emprego em 2018

Ter humildade para entender o novo momento, informar-se sobre os valores da empresa e estar atualizada são algumas das dicas da coach Maria José Villafanha

Se entre suas resoluções  para 2018 estiver a vontade de mudar de carreira ou de emprego, é bom saber: mudanças, em geral, causam incertezas e provocam inseguranças com o mundo novo que está por vir.

Mas mudar de área não deve ser encarado como um problema, e sim como uma evolução na sua vida profissional. Por isso CLAUDIA ouviu a coach de negócios Maria José Villafanha, que elencou sete dicas para que você atinja seus objetivos de forma mais segura.

Leia também: As previsões de Susan Miller para 2018

COMO MUDAR DE CARREIRA OU DE EMPREGO EM 2018:

 

1 – Atualize-se

Se você quer continuar trabalhando na sua área em 2018, mas pretende mudar de empresa e buscar novos ares, o primeiro passo é estar absolutamente atualizada na sua área e observar como a sua profissão está se transformando com o novo comportamento do mercado, especialmente por causa das novas tecnologias. Funcionários desatualizados não terão espaço. Observe quais são as novas tendências e estude. Atualize-se. Aprenda sempre mais um pouco. Conhecer profundamente a sua área de atuação lhe oferece mais segurança para ser assertiva em uma possível entrevista de emprego.

2 – Informe-se

É importante para quem quer mudar de profissão neste ano pesquisar e se informar se a nova carreira está dentro do perfil profissional que você busca. Por exemplo: não adianta querer tentar a vida sendo motorista de Uber por causa da flexibilidade de horários se você não gosta ou não tem prática em dirigir. Certamente isso poderá te frustrar no futuro. Portanto, conhecer bem a nova profissão é indispensável para que você tenha sucesso.

3 – Observe os valores

Além de conhecer bem a vaga que está buscando, outro fator importante para quem pretende mudar de emprego é identificar-se com os valores da empresa. “Se a pessoa vai trabalhar em uma empresa que não tem os mesmos valores que ela, certamente ela está fadada ao insucesso”, avalia Villafanha. No caso de mulheres que buscam essa mudança, um dos valores a serem observados é ver se a empresa defende a igualdade de gêneros, tanto na parte financeira (salários) quando na estrutural (cargos).

4 – Faça networking

Conhecer pessoas da nova empresa ou da nova área que você pretende atuar é fundamental para criar contatos e abrir portas para o seu futuro emprego. Esses contatos são importantes porque, além de mostrar como a empresa funciona, eles podem ser o caminho para a indicação de novas vagas.

5 – Tenha autocontrole

Você certamente é o seu maior obstáculo dentro da mudança que procura. O medo de não dar certo ou de não se adaptar ao novo emprego faz parte do processo de mudança e cabe à você superar essa dificuldade. Por isso, segundo Maria José Villafanha, é preciso trabalhar o autocontrole e a inteligência emocional para saber lidar e se relacionar com as pessoas do emprego novo.

6– Tenha humildade

Nenhuma transição de emprego é suave. É uma mudança de vida e você precisa estar disposta a passar por algumas dificuldades e conflitos, que são parte do processo. Precisa ser humilde para aceitar que você será peça nova e terá de ser agregada ao novo.

(Fernanda Bassette, colaboração para CLAUDIA)

Leia também: Gio Ewbank responde à Xuxa por que não adotou no Brasil