Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Transição capilar: Sheila Makeda dá dicas para lidar com o processo

Decidiu abandonar a química? Trouxemos algumas dicas de produtos e truques para usar durante o processo

Por Anna Laura Moura - Atualizado em 14 Maio 2018, 17h04 - Publicado em 20 abr 2018, 17h57

Transição capilar é um processo muito difícil para qualquer mulher cacheada e crespa, já que exige muita paciência e cuidados específicos, pois o cabelo transita por várias fases até voltar à textura natural.

A empresária e cabeleireira Sheila Makeda e sua irmã Shirley Makeda participaram com Fernada Morelli, editora de beleza de CLAUDIA, de uma live no Facebook sobre como passar pela transição com o auxílio de cremes e outros macetes para o cabelo. Sheila comanda a Makeda Cosméticos, que possui produtos específicos para todos os tipos de cabelos, mas principalmente para mulheres em transição, crespas e cacheadas.

Leia mais: Sheila Makeda: “Não deixei que meus desafios me parassem”

“Eu já tinha feito de tudo, alisado e tudo mais. Tudo pra me encontrar naquilo que não era minha identidade”, conta Sheila. “Eu coloquei cabelo e aí ele quebrou todo. Foi a partir daí que eu resolvi tirar a química”. A empresária explicou que estudar suas raízes africanas ajudou no seu processo de aceitação.

Para Sheila, o alisamento do crespo e do cacheado se dá pela questão de opressão histórica, onde mulheres não aceitam seu cabelo natural por serem vítimas de um padrão de beleza que valoriza bastante os fios lisos e com pouco volume. Para ela, e etapa mais complicada da transição é quando o cabelo chega na metade do processo. “A grande questão é o apego e o medo de como o cabelo vai ficar ao natural. Mas cada uma tem o seu tempo“.

Makeda explica também que um cabelo com progressiva e tingido exige muito mais cuidados. “São duas coisas que gastaram o cabelo. O cuidado deve ser um pouco maior”, diz. Quando o assunto são as pontas duplas (grande vilã que surge junto à progressiva), Sheila sugere hidratação reforçada na região, ou um corte de cabelo para remover os danos.

Veja algumas dicas da empresária:

1. Hidratação é muito importante! Além disso, é essencial realizar toda semana um procedimento de “nutrição” com uma máscara com ativos vegetais.

2.  Se a pessoa está acostumada a ‘molhar’ o cabelo para abaixar o volume, a dica é utilizar um umidificador, pois é um produto de consistência leve que não deixa os fios pesados.

3. Penteados como trança boxeadora, sintética, nagô, coques e até mesmo um lenço simples ajudam a disfarçar a inconstância dos fios.

Leia mais: 8 penteados que toda menina em transição capilar deveria fazer

Continua após a publicidade

3. O ativador de cachos pode ser um grande aliado para deixar os cabelos em transição capilar com a textura uniforme.

4. É importante cortar as pontas frequentemente para renovar a saúde dos fios.

5. Para quem gosta de cortes radicais, o ‘big shop’ é ajuda a tirar toda a progressiva sem esperar muito tempo. O corte fica extremamente curto e praticamente sem fios lisos.

Quer conferir mais dicas sobre transição capilar? Confira o vídeo do bate-papo com Sheila e Shirley Makeda: 

Transição capilar: dicas de penteados e de como lidar com as várias fases.

Posted by CLAUDIA Online on Wednesday, April 18, 2018

Mais lidas: Tuberculose ganglionar – o que é a doença que afetou Simaria

Continua após a publicidade
Publicidade