Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

5 coisas sobre transição capilar que você precisa saber

Se você quer assumir sua beleza natural e largar de vez a chapinha, a hora é agora.

Por Karoline Gomes
Atualizado em 21 jan 2020, 23h13 - Publicado em 5 Maio 2015, 15h45

Você já notou que os os black powers têm se destacado por aí? Cada vez mais mulheres entram na jornada para a recuperação de autoestima e dos seus fios naturais, eliminando a chapinha e o alisamento químico do cabelo.

Este processo é chamado de transição capilar, que é o período em que a mulher deixa seu cabelo natural crescer da raiz até que atinja um comprimento ideal para o chamado big chop (ou BC), o grande corte que tira todas as pontas lisas. As mais corajosas decidem raspar o cabelo ou cortar bem baixinho, deixando crescer tudo novo!

Se você também quer se descobrir e assumir sua beleza natural, além de largar de vez a chapinha, listamos cinco coisas sobre a transição capilar que você precisa saber pra começar.

1. Muita, muita calma nessa hora:

A ansiedade de esperar o cabelo crescer pode te levar a desistir e se render ao alisamento de novo, ou a aderir a produtos não muito confiáveis para acelerar o crescimento. Nem adianta se basear no tempo que levou a transição da sua amiga ou daquela blogueira famosa, cada cabelo tem seu tempo de crescimento, por isso, não tente determinar um prazo para o fim da sua transição

2. Seu tipo de cabelo e os melhores produtos para ele:

É normal não saber a textura do seu cabelo, ou mesmo saber seu tipo de cacho ou crespo, mas uma boa pesquisa na internet ou consulta num cabeleireiro especialista, já podem ajudar a escolher o produto ideal. O foco agora é no tratamento do cabelo na raiz.

3. Um penteado de transição que combine com você:

Um dos momentos mais difíceis da transição é quando a raiz do cabelo já está enorme e volumosa, e as pontas ainda lisas e quebradiças. Esta é a hora de você encontrar penteados, ou mesmo truques que enrolam as pontas lisas, para disfarçar esta metamorfose no seu cabelo no dia a dia, e sair de casa confiante.

4. O cabelo da raiz não é o cabelo que se formará depois do BC:

As partes que ainda estão lisas no seu cabelo acabam pesando a raiz e impedindo que os cachos e volume se formem. Mesmo tendo aprendido sobre seu tipo de cabelo, espere por uma forma mais definida e mais curta por causa do encolhimento dos cachos depois que você remover toda a química no corte.

5 – Não desista!

A transição é mais fácil na teoria do que na prática, e a insegurança com a construção da sua aparência natural pode mexer um pouco com você, mas a melhor dica com relação a isso só pode ser: não desista! O resultado da transição sempre vale a pena, você vai ver quando descobrir os verdadeiros cuidados que seu cabelo merece, e a praticidade que usá-lo ao natural.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

O mundo está mudando. O tempo todo.
Acompanhe por CLAUDIA e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.

Acompanhe por CLAUDIA.

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.