Astróloga faz mapa astral para pets

Assim como o mapa astral humano, é possível analisar o comportamento de seu animalzinho com base na astrologia

Você já deve ter ouvido falar em mapa astral, não é mesmo? Ele mostra como a posição dos astros e dos signos do zodíaco em relação à Terra no momento em que nascemos pode influenciar em nossa personalidade. Mas você sabia que isso pode se aplicar também aos animais? Isso mesmo, é possível fazer um mapa astral sobre seu pet. A astróloga Izis Morais, do site “Seu Mapa Astral“, descobriu isso no dia que resolveu fazer uma leitura do mapa de sua própria gatinha.

“Muito se tem falado que um animal de estimação acaba imitando o comportamento do dono, mas para quem acredita na astrologia e no mapa astral, na verdade o animal já tem o seu próprio comportamento”, defende ela. “Os animais têm a sua própria essência e o mapa astral pet analisa exatamente isso, o que é a essência do animal e o que é algo que ele acaba pegando com quem ele convive”, explica.

Maria Flor Maria Flor brincando com sua bolinha de futebol americano.

Maria Flor brincando com sua bolinha de futebol americano. (Instagram/Reprodução)

É claro que existem diferenças entre a leitura de um mapa astral humano e do animal. Izis explica que é preciso levar em conta que o pet não é racional e alguns fatores, como para o ascendente, que, no caso dos animais, será analisado como a forma que ele se apresenta ao mundo. “O animal que tem ascendente em peixes, por exemplo, tende a ser fofinho, apesar de ser um animal mais bravo, digamos assim”, exemplifica Izis.

A gente testou!

Quando descobrimos a novidade, ficamos muito curiosos sobre como seria um mapa astral para pet. Por isso, solicitamos a Izis uma análise para Maria Flor, que vive com a família da irmã da nossa editora digital, Alessandra Balles. Maria Flor é uma golden retrivier de cinco anos que nasceu em Cotia no dia 15 de abril de 2014, às 3h da madrugada . Conseguimos o seguinte resultado (de forma resumida):

Maria Flor Maria Flor comemorando o feriado de 4 de julho, nos EUA, onde ela mora.

Maria Flor comemorando o feriado de 4 de julho, nos EUA, onde ela mora. (Instagram/Reprodução)

  • Ascendente em Peixes: como explicado anteriormente pela Izis, o ascendente é como o animal se mostra para o mundo. A Maria Flor tende a ter uma aparência muito fofa e delicada, mas também tende a ser preguiçosa, por conta do ascendente em água. Apesar disso, por ter o sol em Áries, ela consegue ser um animal com mais energia.

 

  • Lua em Libra: Izis explica que a lua no signo de Libra propõe que o pet fique sempre em ambientes limpos e aconchegantes, pois ele pode se sentir incomodado em lugares feios e sujos. Ou seja, lugares “desagradáveis”, ou em ambientes de discussão, podem abaixar a energia de Maria Flor, sobrecarregando-a.
  • Mercúrio em Áries: Maria Flor, em um momento de impulsividade, pode fazer algo agressivo. “Isso pode acontecer do nada mesmo e ela pode esquecer rápido o que aconteceu. É um pouco de bipolaridade, no sentido de que ela fica estressada, brava de repente, mas logo em seguida já quer ficar de boa, quietinha”, explica Izis.
  • Vênus em Peixes: Aqui se observa como Maria Flor olha para si mesma: é mais delicada, é um animal mais espiritualizado. Para quem acredita em reencarnação, é um animal que está em evolução há muito tempo e está lutando para se espiritualizar em reinos superiores.
  • Marte em Libra: Maria Flor pode ser uma cachorrinha muito fresca e mimada por conta de seu marte em Libra, que é o signo da sofisticação. “Quando a gente analisa isso no mapa astral de um animal, eu vejo um pet charmoso e bem mimado e é para ser assim mesmo, porque a evolução dela nessa vida é para ser assim”, explica Izis.

 

  • Saturno em Escorpião: O Escorpião é um signo de evolução espiritual, além de Peixes e Sagitário. Isso indica que Maria Flor renasce de forma intensa. “O escorpião é a fênix, é aquele que cai, mas depois se recupera”, afirma a astróloga. Ela ainda explica que isso representa o aspecto evolutivo da cachorrinha, indicando, para quem acredita, que essa pode ser a última reencarnação de Maria Flor no reino animal.
  • Lilith em Leão: Maria Flor tende a ser dramática e necessitar de atenção. “Não é bom deixá-la sozinha, porque ela é bem sensível”, finaliza Izis.
Maria Flor e seu irmãozinho humano, Felipe. Ela é uma cachorrinha que gosta de atenção, devido ao seu Lilith em Leão

Maria Flor e seu irmãozinho humano, Felipe. Ela é uma cachorrinha que gosta de atenção, devido ao seu Lilith em Leão (Instagram/Reprodução)

Leia também: Mulher cria santuário de luxo exclusivo para cachorrinhos salsicha

+ Horóscopo: previsões de Susan Miller para os signos em julho

Vote e escolha as vencedoras do Prêmio CLAUDIA