Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês
Denise Steiner Por DERMATOLOGIA A médica Denise Steiner é dermatologista, ex-presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia e doutora pela Unicamp

Conheça os procedimentos que melhoram a absorção de medicamentos pela pele

De quebra, alguns deles também estimulam a produção de colágeno

Por Denise Steiner - Atualizado em 19 dez 2019, 11h00 - Publicado em 19 dez 2019, 10h00

Sabemos que, quando os medicamentos são disponibilizados através da pele, eles não agridem os órgãos internos. Seja em forma de cremes, adesivos ou agulhas representados pela mesoterapia e microagulhamento, quando aplicadas dessa maneira as substâncias não passam pelo fígado ou rins e, por isso, não afetam os órgãos e têm menos chances de causarem efeitos colaterais.

Quando a pele está integra, sem machucados ou irritações, ela é bastante seletiva para a penetração de substâncias. No entanto, quando sofre agressões, seja através de laser ou agulhas, ela fica mais receptiva a esses ativos. Hoje, na dermatologia, as técnicas de “drug delivery” são muito utilizadas para tratamento de doenças como a psoríase, queda de cabelo, calvície, cicatrizes e envelhecimento com a intenção de melhorar rugas e flacidez.

Para esse tipo de tratamento, podem ser usadas técnicas como laser ablativo, não-ablativo, microagulhamento e peelings. Neste caso, esses procedimentos são realizados antes da aplicação da droga, deixando a pele mais receptiva para a penetração dos ativos.

Outro procedimento interessante para realizar a técnica de drug delivery é a microinfusão MMP®, que é sucesso no tratamento de várias alterações dermatológicas. Esse procedimento consiste em usar uma máquina simples que tem um motor vibratório e ponteiras com um sistema de agulhas. A medicação é aspirada por essa ponteira agulhada e, na sequência, é injetada na pele espalhando a substância de forma abrangente e homogênea.

Continua após a publicidade

Além da disponibilização da droga, as centenas de picadas na pele também promovem um estímulo positivo na superfície cutânea. Dessa forma, MMP® é uma via de medicação, mas também é um tratamento semelhante ao microagulhamento por induzir a uma cicatrização com estímulo de colágeno novo. Esse procedimento tem mostrado eficácia e segurança para o tratamento de diversas dermatoses.

Leia mais: Os novos usos da toxina botulínica, popularmente conhecida como botox

PODCAST – Renove seu estilo com as roupas que você já tem no armário

Publicidade