Clique e assine com até 75% de desconto
Conversa de Vó Natália Dornellas é jornalista, podcaster e ativista da longevidade. Procura por avós e avôs para prosear e histórias de #avosidade para contar. É criadora do podcast Conversa de Vó e cofundadora da plataforma 40+ AsPerennials

Vó Bezinha, de 81 anos, é sucesso nas redes sociais

Vó Bezinha vive um sítio na cidade de Sapeaçu, no Recôncavo Baiano, e teve 16 filhos

Por Natália Dornellas Atualizado em 28 out 2020, 13h21 - Publicado em 28 out 2020, 13h30

Ela se penteou, colocou um conjunto bem elegante e se perfumou para aparecer para esta jornalista que vos escreve. Nossa conversa pelo Whereby foi a primeira que fez neste formato das “moderinidades”, e ela parecia bem mais confortável do que a gente esperava.

Do lado de lá, dona Isabel Rosário, a vó Bezinha, era auxiliada pelo neto Thiago Rosarii, o responsável por sua fama instantânea nas redes sociais. Alguns dias antes, ele, que é fotógrafo, havia postado em sua conta no Instagram (@thiagorosariifotografia) fotos e vídeos de um pequeno ensaio, feito no quintal de casa, em que ela foi a modelo.

Vó Bezinha
Vó Bezinha posando de modelo fez sucesso no Instagram arquivo pessoal/Divulgação

De vestido azul, flor no cabelo e um sorriso cheio de verdade, Beza – como também é conhecida – posou para uma foto que vai para a parede da sala de casa, em comemoração aos 81 anos que completa no próximo dia 1º de novembro. De presente, ela só pediu ao neto que restaurasse um retrato da juventude em que aparece ao lado do parceiro da vida toda, o sr. Esperidião.

Vó Bezinha e o marido vivem num sítio na cidade de Sapeaçu, que fica no Recôncavo Baiano. Por lá, plantam de tudo e têm uma vida boa e confortável, bem diferente da que ela viveu antes de se casar aos 19 anos. A infância e a adolescência foram tempos de escassez e tristeza, mas isso definitivamente não parece ser uma sombra sobre essa criatura que sorri com os olhos e com o coração.

Mãe de 16, ela me contou da alegria de criar e formar 13 filhos que hoje são gente importante e estão sempre por perto. Outra paixão é o neto fotógrafo (o Thiago do começo do texto), de quem brinca que gosta “de graça”. O amor entre eles é tanto que Thiago vive numa casa dentro da mesma propriedade, pois não consegue pensar na vida longe da avó.

O aniversário, no próximo domingo, ia ter todo tipo de música e muita juventude, como ela me contou no nosso segundo encontro virtual (link do IGTV https://www.instagram.com/p/CGxUMj6l2ra/), mas com o Covid-19 os planos mudaram e ela pediu para os filhos uma reforma na área de serviço para ficar mais à vontade com sua ajudante. A lida por lá começa cedinho, após a tradicional caminhada de 50 minutos pela propriedade. Depois de trabalhar a vida toda e “encher três carteiras (de trabalho)”, Vó Bezinha não pensa em parar, enquanto respirar.

Vó Bezinha
Vó Bezinha segura a carteira profissional arquivo pessoal/Divulgação

*Para ver mais histórias com esta e acompanhar minha “curadoria de avós e avós”, acesse nataliadornellas.com.br ou @natalia dornellas, no Instagram. Ah, e se conhecer personagens que mereçam ter suas histórias contadas, me deixe saber.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade