Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Ana Claudia Paixão A jornalista Ana Claudia Paixão (@anaclaudia.paixao21) fala de filmes, séries e histórias de Hollywood

Onde as séries The Crown e Killing Eve se conectam

Diretora Emerald Fennell foi responsável pela segunda temporada de Killing Eve, mas brigou para na série mais adorada do momento, The Crown

Por Ana Claudia Paixão Atualizado em 16 nov 2020, 12h25 - Publicado em 14 nov 2020, 16h00

A aparição de Camilla Parker Bowles na terceira temporada de The Crown foi relativamente rápida, mas certamente marcante. O que poucos nós, fora do Reino Unido sabíamos era que, Emerald Fennell, a atriz que interpreta Camilla (e que está de volta na quarta temporada), é conhecida nossa.

Escritora, roteirista premiada e diretora, ela esteve no comando da segunda temporada de Killing Eve, segurando a peteca deixada pela genial Phoebe Waller Bridge e conseguindo dar show igualmente. Foi tão bem inclusive, que Emerald foi indicada ao Emmy e ao Golden Globes pelo seu trabalho.

A obsessão mundial por The Crown vem crescendo e Emerald faz parte desse clube de fãs. Desde que viu a primeira temporada, a atriz ficou de olho no papel da duquesa da Cornualha, Camilla. Emerald sabia que a história inevitavelmente chegaria ao triângulo amoroso mais famoso da Família Real e ela queria fazer parte da equação. Conseguiu. Embora Camilla não seja conhecida por ser bela, nada disso assustava a atriz.

A dramática história de amor de Camilla e Charles, que foi recontada na terceira temporada, terá uma grande virada com a entrada da princesa Diana (Emma Corrin) na narrativa.O grande desafio para Emerald – e Josh O’Connor, que interpreta o príncipe Charles – será manter a empatia do público com o casal, que foi separado pelas circunstâncias. Os dois serão, como Diana mesmo descreveu, responsáveis pela infelicidade extrema da princesa.  Na terceira temporada, Camilla aparece na série como uma mulher apaixonante e dividida, mas agora não será mais a vítima. Ou será?

“Ela é honesta, ousada, muito aberta sobre como acha tudo tão esquisito, o que para Charles era inacreditavelmente excitante”, descreveu a atriz em uma entrevista sobre Camilla na terceira temporada. “A percepção da imprensa é a que conflita com a pessoa que parece realmente ser”, defende Emerald.

Emerald Fennell vem de uma família criativa. Sua irmã, Coco, é estilista. Seu pai, designer de jóias e a mãe, escritora. Para ela, embarcar no mundo artístico foi um processo natural.

Como atriz, ela esteve em filmes como A Garota Dinamarquesa, Albert Nobbs e Anna Karenina, entre outros. Em seu principal papel de destaque antes de The Crown, a série Call The Midfwife, ela estava ruiva. Mas é atrás das câmeras onde Emerald tem brilhado mais. Além de ter sido a showrunner de Killing Eve, ela dirigiu Carey Mulligan no filme Promising Young Woman, lançado no Festival de Sundance e adiado até dezembro, por conta da pandemia. Os críticos elogiaram muito a produção e o roteiro, escrito por Emerald.

Até o filme chegar aos cinemas, Emerald será bastante conhecida no mundo todo graças à The Crown. Interpretar uma personagem que os fãs de Diana aprenderam a detestar, não é um desafio qualquer. Camilla é uma mulher que criou um fascínio por ser discreta e ter sido tão importante na vida de Charles. Os dois são casados hoje, mas esperaram exatos 35 anos desde que se conheceram para poder oficializar a união. É, também, uma história de amor.

“É difícil por conta do efeito colateral do affair que foi claramente catastrófico para todos os envolvidos”, reconheceu Emerald. “Eu acredito que todo mundo tem uma participação em tudo, de verdade”, acrescentou.

Continua após a publicidade

Como showrunner, Emerald respeita a visão de Peter Morgan e garante que não fez nenhuma sugestão de mudança no roteiro. “Meu papel é fazer a Camilla que Peter escreveu e fazê-la real”, explica ela. “Peter Morgan é um gênio”, elogiou.

Dizem que Camilla já assistiu a episódios da série, mas Emerald não teme as críticas. “A visão de Peter e nosso trabalho como atores tendem a ser bastante justos e equilibrados”, defende ela. “Mas é muito estranho assistir a alguém interpretando você”, reconhece.

A quarta temporada de The Crown chega na Netflix no dia 15 de novembro.

Veja também:

Nós já vimos a quarta temporada de “The Crown”. Veja o que achamos

Tobias Menzies sobre Philip em The Crown: macho alfa de papel coadjuvante

Emma Corrin desabafa sobre pressão de interpretar Lady Di

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade