Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Ficou para trás? Como lidar com o fim de uma amizade

Você alguma vez sentiu a necessidade de dar um fim a uma boa amizade? Veja como lidar e acabar com esses relacionamentos

Por Adriana Marruffo
16 ago 2023, 07h48

Todos já tivemos uma amizade que alguma vez consideramos insubstituível. Sair para almoçar todas as semanas, contar as novidades do dia, pedir conselhos para cada passo importante e apoio constante, até que um dia percebemos que as mensagens diárias pararam e se tornaram mensais, e aquele interesse diminui. A princípio, é difícil entender e perceber o porquê de deixar certos relacionamentos que algum dia foram tão perfeitos para trás.

Nossa reação inicial pode ser tentar recuperar a proximidade e o vínculo tão amado, mas você já pensou que algumas das suas amizades foram feitas para durarem um período determinado? Talvez seja a hora de encerrar ciclos, e deixar algumas para trás. Danielle Admoni, psiquiatra e preceptora na residência da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP/EPM), e Monica Machado, psicóloga e pós-graduada em psicanálise, explicam como se despedir de amizades que não cabem na sua vida. Veja só:

Só podemos nos livrar de amizades tóxicas?

É comum se ver pensando: “Eu não quero mais essa amizade, mas será que ela é tóxica por isso?”. A verdade é que não é porque uma amizade não cabe mais na sua realidade que ela necessariamente é tóxica na sua vida. “O ser humano vive em constante evolução, portanto, as relações também. Uma amizade pode chegar ao fim tanto por motivos pontuais, como pela perda de interesses comuns”, conta Monica.

Mas por que podemos ter esse sentimento de afastamento de boas amizades? “Às vezes, mostra que as pessoas estão em situações de vidas diferentes, têm interesses diferentes, mas não necessariamente ela tem que ser tóxica, né. Você pode talvez não ver muito sentido naquela relação naquele momento, mas não necessariamente é algo que te faz mal ou é algo tóxico”, agrega Danielle. 

Portanto, é sempre importante lembrar que não é necessário que algo te faça mal para que faça sentido se livrar dele. Se uma amizade ou relacionamento não cabem mais na sua rotina ou não trazem o interesse habitual, talvez esteja na hora de repensar sua importância e sua necessidade nas nossas vidas.

Tudo bem deixar para trás boas amizades?

Pode parecer impossível pensar em deixar uma boa amizade para trás,  afinal, se ela é tão boa, por que estamos sequer pensando em acabar com ela, né? “As amizades, assim como todas as relações, são construídas ao longo do tempo, sendo que nessa construção pode ser que algo não se encaixe ou, de alguma forma, haja desencontro de interesses mútuos ou subjetivos”, explica Machado.

Existem diversos fatores que podem te levar a não se encaixar mais dentro de uma determinada amizade. “Por exemplo: uma amizade de infância entre duas meninas. Elas se tornam adultas e continuam muito amigas. Só que uma se casa e tem filho, enquanto a outra decide ser solteira. Isso não é motivo para a amizade acabar, mas, na prática, os interesses, tipos de lazer e até os assuntos mudam completamente. A amizade pode até não acabar, mas, aos poucos, ambas vão seguindo caminhos diferentes, diminuindo a proximidade e a intimidade de antigamente”, aponta a psicóloga. 

Continua após a publicidade

Além disso, também é preciso compreender que existem alguns traços da personalidade do outro que são incompatíveis com os nossos, e que nem sempre enxergamos em um primeiro momento. “O início sempre conta com o entusiasmo do desconhecido ou a empolgação de que aquela pessoa tem tudo o que você gosta Assim, criamos expectativas e estas não podem ser diferentes do que estamos buscando, mas nós esquecemos que a realidade é diferente da expectativa internalizada em nós. Em um determinado momento, passamos a enxergar outros lados da pessoa e que podem bater de frente com nossos valores. No dia a dia, as diferenças vão minando a amizade, até que ela esfrie e termine de vez”, aponta Monica. 

Quais são os sinais do fim da amizade?

Se você sente que talvez seja o momento de terminar uma amizade, existem alguns sinais que podem te ajudar a descobrir se esse é o caminho a seguir. “Eu acho que quando você começa a não ter muita vontade de procurar a pessoa, começa a não ter muito mais assunto, ela já não faz mais parte tanto da sua rotina, já não é mais interessante contar as coisas que aconteceram, ela já não conhece mais tanta gente do seu círculo, enfim. Naturalmente essa pessoa vai ficando um pouco fora da sua vida, e aí realmente é hora de talvez repensar se aquela amizade ainda cabe naquele momento”, recomenda Admoni.

Além disso, Monica aponta que o fim de uma amizade pode vir a partir de um certo desapontamento com as diferenças encontradas entre si, sendo uma escolha aceitar a convivência. “Os sinais que devemos observar são as conversas que não estão evoluindo mais e sempre discordamos ou não respeitamos as opiniões alheias. O respeito e admiração precisam estar presentes, e, se não houver mais, dificilmente haverá uma continuidade”, explica Machado.

Como encerrar uma amizade?

Se você quer dar fim a uma amizade, é necessário ter comunicação
Se você quer dar fim a uma amizade, é necessário ter comunicação (Christina Morillo/Pexels)

Você está decidida que chegou a hora de dar o ponto final? Ótimo! Mas ao terminar qualquer tipo de relacionamento – seja de amizade ou amoroso – devemos sempre lembrar de ter respeito e consideração com os outros, da mesma maneira que gostaríamos que fossemos considerados. “Encerrar um ciclo de maneira responsável precisa de muita maturidade e percepção de que não está te fazendo bem, e entender que não é por falta de amor ou respeito, apenas por desencontro de interesses que é normal na vida das pessoas”, explica a psicóloga. 

Por isso, é importante que, ao tomar essa decisão, haja uma conversa com a outra pessoa, explicando os pontos para o fim da amizade, evitando o terrível ghosting

Continua após a publicidade

“O ghosting é uma coisa muito cruel para quem está do outro lado, você simplesmente sumir, desaparecer, deixar de responder, bloquear a pessoa, é muito ruim. O que a gente escuta é que a pessoa que foi bloqueada, que foi eliminada, começa a criar mil fantasias, será que eu fiz ou falei alguma coisa? Será que a pessoa está achando que eu fiz alguma coisa? Porque é isso, você não tem direito nem a entender o que aconteceu, você simplesmente é eliminado da vida do outro, de todas as maneiras”, reflete a psiquiatra Admoni. 

Como lidar com o fim da amizade?

Desde sempre ouvimos que “a vida está cheia de ciclos”, contudo, isso não torna a virada de página mais fácil. “Encerrar ciclos significa abrir mão de algo, perder ou deixar para trás uma história ou parte da sua vida, e quando precisamos tomar essa decisão, nos deparamos com a incerteza de querer ou não encerrar e começar uma nova história ou nos mantermos em uma ‘falsa’ zona de conforto, porque de conforto não tem mais nada, somente a certeza de que aquela história e o ciclo encerraram e só resta a falta de coragem de tomar decisões”, explica Monica sobre essa sensação de dor e saudade.

“Eu acho que as boas amizades, os bons relacionamentos deixam boas marcas. Então é isso, a gente tem, por exemplo, amigos de infância com ótimas memórias, com ótimas histórias, que a gente conhece a casa, a família, mas que nesse momento já não fazem mais sentido, mas fizeram muito sentido na nossa história, na nossa vida. Lidar com o término pode significar que o luto precisa se instalar para que passe pelo processo da perda. Toda perda tem um sofrimento e necessariamente é preciso passar por ele, caso contrário, não será ressignificado o processo de amadurecimento”, recomenda Machado.

“E é importante poder se pensar também: o que eu gosto nesse momento, quem eu acho que tem a ver com a minha situação de vida, o que cabe pra mim? Eu acho que o encerramento de uma amizade, é um momento de olhar para si mesmo e poder entender em que momento que está na vida e em que situação que está naquela atualidade”, finaliza.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.