Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Dia da Sobrecarga da Terra: 4 ações para adiar a data

Entramos no vermelho com a terra nesta semana. Confira o que fazer agora para que no próximo ano a data não chegue tão cedo

Por Lorraine Moreira
3 ago 2023, 17h46

A última quarta-feira (02) marcou o início da Sobrecarga da Terra deste ano. Os recursos que o planeta é capaz de oferecer de forma sustentável no período de 365 dias, assim, foram esgotados em apenas sete meses. Hoje, para atender os padrões de consumo da humanidade, seriam necessários 1,7 planetas Terra. Assusta, não é?

Entramos em dívida com o meio ambiente mais uma vez, mas parte da conta pode ser adiada se as nações e empresas começarem a agir rápido. Você também consegue ajudar, por isso separamos algumas ações que fazem diferença.

Consumir menos

A superprodução e o consumo são alguns dos principais problemas enfrentados pelo planeta, que não consegue produzir ou renovar seus recursos na mesma velocidade que a indústria os retira. Para resolver essa questão, é necessário uma mudança no hábito de compra, com uma diminuição importante do consumo.

Cobrar o poder público municipal

Cerca de 20 milhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos poderiam ser recuperados por ano com reciclagem no Brasil, de acordo com dados da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), o que representa 25% do total do lixo gerado e também contribui para o esgotamento dos recursos naturais do planeta, segundo a entidade.

Continua após a publicidade

O poder público municipal é o titular dos serviços de limpeza urbana, portanto é ele quem precisa disponibilizar os serviços de coleta seletiva na cidade. Cobrá-lo, portanto, é uma maneira de pressionar os responsáveis a tomarem decisões melhores para o meio ambiente.

Dia da sobrecarga da Terra
Usar transporte coletivo ao invés de carros e motos ajuda na diminuição de gases de efeito estufa (Willian Santos/Pexels)

Usar mais transporte coletivo

O transporte coletivo contribui para a redução da emissão de gases poluentes, pois os combustíveis fósseis têm grande impacto ecológico e, dessa forma, a redução do uso de carros diminuiria o volume de emissão de gases de efeito estufa, por exemplo. Optar por bicicleta ou caminhar a pé em distâncias mais curtas é ainda melhor.

Continua após a publicidade

Não desperdiçar comida

O Brasil é o 10° país que mais desperdiça alimentos no mundo, com aproximadamente 30% da comida produzida acabando no lixo, um equivalente de 46% milhões de toneladas de alimentos por ano, conforme dados do IBGE de 2023. 

Isso provoca impactos negativos ao planeta, sendo que se houvesse uma redução pela metade desse desperdício, o dia da sobrecarga seria adiado em 13 dias para frente. Além de não jogar comida fora, é importante reaproveitar cascas e optar por verduras e legumes que não seriam comprados pela aparência de fora estar feia, por exemplo.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.