Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Uma foto de um jogo de futebol fez esta atleta sofrer assédio online

Tayla Harris, jogadora de futebol australiano, recebeu uma enxurrada de mensagens sexistas depois que a foto de seu chute viralizou.

Por Fernanda Tsuji - Atualizado em 15 jan 2020, 21h44 - Publicado em 23 mar 2019, 17h20

Olhe pra foto abaixo. Sim, é só uma jogadora dando um chutaço durante uma partida, certo? Para muitos homens trolls não. Esta imagem – muito bem fotografada – rendeu comentários sexuais, machistas e abusivos.

Tayla Harris tem 21 anos e é uma jogadora de futebol australiano do Carlton Football Club. A imagem de uma de suas partidas em um campeonato local foi postada no Facebook pelo 7AFL, um canal australiano de esportes, e logo recebeu uma enxurrada de comentários sexistas.

Continua após a publicidade

Segundo ela, foi um assédio online tão violento, que quase se sentiu “sexualmente abusada”. “Os comentários que eu vi foram de abuso sexual, se é que você pode dizer isso, porque foi repulsivo e me deixou muito desconfortável”, contou Harris em entrevista a uma rádio local. “Se estas pessoas estão dizendo coisas assim pra alguém que nem conhecem em uma ambiente público, imagina o que estão falando e fazendo a portas fechadas”, disse. “Talvez isso seja onde começa de violência doméstica, onde começa o abuso”, alertou.

Em seu Twitter, Tayla fixou a foto no topo com uma mensagem bem clara aos haters e assediadores: “Aqui está uma foto minha no trabalho…pense nisso antes de seus comentários depreciativos, animais”. “A polícia precisa de alguma maneira abordar estas pessoas, deletar o Facebook, alguma coisa precisa acontecer. A gente pode ficar aqui falando, mas estas pessoas não estão ouvindo e provavelmente devem estar rindo disso”, revoltou-se.

Diante das agressões, o canal alega não ter conseguido monitorar os trolls e preferiu apagar a imagem, o que só piorou a situação, já que muita gente entendeu que eles não estavam apoiando a atleta. Em uma nova postagem, eles se desculparam pelo ocorrido.

Autoridades locais saíram em defesa da jogadora. O primeiro-ministro da Austrália, Scott Morrison, disse que a ação é vergonhosa e chamou os trolls de “fracos”. Já a Ministra da Mulher na Austrália, Kelly O’Dwyer declarou estar enojada.

Continua após a publicidade

E mesmo diante da tamanha repercussão, ainda tiveram homens comentando coisas como “se as mulheres usassem shorts do tamanho dos jogadores masculinos, isso não aconteceria” ou “esta foto já é meu papel de parede do celular”. Este é só mais um caso que exemplifica o cotidiano de abusos que nós, mulheres, sofremos todos os dias. Não é o primeiro e, infelizmente, não é o último.

Depois de tanta repercussão, Tayla fez questão de mostrar que não se intimidou com os babacas de plantão e  lançou um desafio em suas redes para ver quem reproduz o seu famoso chute. No vídeo, ela ainda deixa um recadinho: “Bom dia a todos, menos pros trolls online!”.

Continua após a publicidade

View this post on Instagram

I’ll choose the best impersonation to win a pair of @nike boots 🤙🏼#TAYLAKICKCHALLENGE

A post shared by Tayla ⚡️ Harris (@tayla_harris) on

Publicidade