Toronto: uma cidade para comer bem e relaxar

Já pensou em fazer turismo gastronômico em Toronto? Confira algumas opções do que provar na cidade!

Maior cidade canadense e centro financeiro do país, Toronto também é o lugar com a maior quantidade de habitantes nascidos fora do Canadá (mais de 50%), sinônimo de diversidade cultural vibrante. Essa diversidade resulta em uma ampla oferta de gastronomia do mundo inteiro, perfeita para dar uma volta ao mundo de sabores sem sair da cidade.

Para começar o tour, o poutine, criado em Montreal, é o prato mais famoso do Canadá: uma pilha de batatas fritas servidas com queijo e um molho supernutritivo. Os quebequenses torcem o nariz para poutines de outros lugares (é como comer pão de queijo fora de Minas Gerais), mas é possível provar bons poutines em Toronto também, caso não dê para ir até a província vizinha. O NomNomNom serve o considerado melhor poutine da cidade (o molho da casa é vegetariano), com diversas opções com e sem carne, inclusive um poutine de sobremesa, feito com batata-doce, Nutella, marshmallow e nozes.

E para quem quiser uma variação com sabores caribenhos, o Street Shak serve o Jerk Chicken Poutine, com molho barbecue preparado com pimentas scotch bonnet (uma variação caribenha picante e saborosa) e molho aioli. Na pressa de provar o prato, não precisa ir muito longe: até o McDonald’s canadense tem poutine!

 (Street Shak/Divulgação)

As opções de boa comida vão muito além da batata frita, com destaque para a oferta de peixes e frutos do mar, de alta qualidade e com preços bastante acessíveis. A empresária Luisa Nogueira, 28 anos, foi a Toronto em agosto com o namorado e recomenda o Pure Spirits Oyster House & Grill. O restaurante serve 13 tipos de ostras, vindas do mundo inteiro (tem até da Nova Zelândia). “As ostras eram muito diferentes entre si. Nós pedimos uma de cada para cada um, foi maravilhoso”, lembra.

 (Pure Spirit/Divulgação)

Luisa também aproveitou a diversidade étnica de Toronto comendo em Chinatown. No Dumpling House Restaurant, um restaurante pequeno e intimista no bairro chinês, ela experimentou o melhor dumpling da vida. “Pagamos quase nada! Uma delícia de lugar e comida!”, recomenda. Ela também indica o Aroma para provar comida indiana, mas basta ir até a Little India para ficar perdido nos sabores sul-asiáticos.

Já no restaurante giratório da CN Tower, famoso pela vista 360º no topo da cidade, Luisa preferiu as entradas aos pratos principais. “Nós pedimos o menu degustação e foi uma experiência diferente, pois o restaurante realmente gira! A vista é incrível”, conta. A dica é chegar cedo para comer sem pressa e aproveitar as cores do entardecer lá do alto.

Bate-volta nas Cataratas do Niágara

A apenas 140 quilômetros de distância de Toronto, as Cataratas do Niágara são uma excelente opção de bate-volta ou mesmo para passar alguns dias, já que a cidade ao lado, Niagara Falls, tem diversas atrações turísticas. É possível chegar lá de trem, ônibus ou em excursões de um dia, à venda em hotéis, hostels e agências de turismo. São três grandes quedas d’água: catarata canadense, conhecida como ferradura (a maior de todas), catarata americana e véu da noiva.

O lugar fica bem na fronteira entre Canadá e Estados Unidos, e quem tiver visto para os EUA pode cruzar e conhecer todos os ângulos das cataratas. Do lado canadense, é possível ver a maior das quedas bem de perto e fazer um passeio de barco emocionante pelo Rio Lower.

 (Destination Canada/Divulgação)

Mesmo com a grande variação de temperatura, as cataratas podem ser visitadas em todas as épocas do ano, cada uma com suas características únicas. No verão, as quedas estão no auge de volume de água e oferecem um refresco ao calor da estação. Já no inverno, as cataratas podem até congelar dependendo da temperatura, um cenário completamente diferente! Para quem ficar até depois do pôr do sol, um espetáculo de luzes coloridas ilumina as quedas, como um arco-íris projetado nas águas.

Niagara Falls, além das cataratas, também oferece uma ampla rede de hotéis e restaurantes para curtir a região com calma. A programação atende toda a família, com santuário de borboletas, cassino, parque aquático coberto e excursões para vinícolas e cervejarias em Niagara-on-the-Lake, às margens do lago que desemboca nas cataratas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s