Saiba como cuidar do parto de seu pet

Sua cachorra está barrigudinha? A gata anda procurando ninho? Vem bebê por aí! Veja o que é preciso para receber bem a ninhada

O que fazer para preparar sua fêmea para a hora do parto

Dê a ela ração de filhotes 
Ofereça à futura mamãe uma boa ração de filhotes, que é mais nutritiva. Para evitar que ela estranhe  o novo sabor ou, pior, faça greve de fome, mude  a ração aos poucos. Esse  cuidado também evita que ela sofra com problemas digestivos. Vinte dias após o parto, volte a alimentá-la com ração normal, fazendo a troca também gradualmente. Sua fêmea não comerá tudo de uma vez como antes. Então, divida a ração em várias porções diárias.

Faça um pré-natal no veterinário 
O médico deve acompanhar a gestação para garantir  a saúde dos animais. Não  medique por conta própria: há remédios que causam má-formação nos bebês.

Não descuide após o nascimento
Deixe água fresca perto  da mamãe. Cerca de 12 horas depois do parto, o apetite dela voltará ao normal. Caso isso não aconteça e ela pareça apática ou febril, leve-a à clínica veterinária.

Atente aos sinais do parto
Falta de apetite, queda da temperatura corporal, inquietação e busca pelo “ninho” mostram que os bebês estão chegando. Ligue para o veterinário se nenhum filhote nascer depois de 12 horas da perda do líquido que sai dela ou 12 horas após o início das contrações, ou ainda se o intervalo de nascimento entre um filhote e outro ficar maior que uma hora (para gatas) ou duas horas (para cachorras). Algumas gatas podem sumir de vista para ter os filhotes e escondê-los após o parto.