Roteiros de viagem para a família toda

Bahia, Pernambuco e São Paulo são destinos com potencial para agradar a todas as faixas etárias. Aproveite a baixa temporada, arrume as malas e pé na estrada!

Como escolher onde ficar

Não é porque vocês tiveram um filho que a família vai deixar de viajar. Na hora de planejar férias com crianças, o principal ponto a ser levado em consideração é a hospedagem. Essa é a dica de Bruno Leuzinger, editor do GUIA QUATRO RODAS, que produz o GUIA BRASIL (ambos da Editora Abril), e pai de Antônia, 3 anos. “A vantagem dos grandes hotéis e resorts é saber que seu filho vai estar em segurança. A equipe de funcionários tem monitores e assim você consegue relaxar”, explica.

Escolher com cuidado a cidade e o tipo de viagem também é fundamental. “Ir a Salvador, por exemplo, não faz tanto sentido com crianças pequenas, pois o legal é conhecer as igrejas e as construções históricas, e não é fácil fazer isso carregando carrinho ou até mesmo o próprio bebê”, pondera. A comodidade de ficar em resorts, com pacotes que muitas vezes incluem pensão completa, tem um custo.

Como gastar menos

Para não pesar tanto no bolso, vale apostar nas viagens fora de temporada, quando os hotéis têm preços bem mais amigáveis. Além disso, as passagens aéreas saem mais em conta do que nos meses de alta procura. De modo geral, principalmente na Região Nordeste, o pico são os meses de férias do calendário escolar e os feriados prolongados. Já as outras regiões dependem mais das condições climáticas, por causa da época de chuvas.

Se o objetivo é pegar praia sem ter que se preocupar com o clima, Bahia e Pernambuco são apostas seguras para sol e calor e contam com grandes resorts para receber a família inteira. A região baiana conhecida como Linha Verde é a mais indicada, pois concentra grande quantidade de resorts. Na Praia do Forte, a baixa temporada até garante um atrativo a mais: a observação de baleias-jubarte e a desova das tartarugas. A região pernambucana de Porto de Galinhas também é famosa pela megaestrutura hoteleira. Mas, se a intenção é curtir um clima mais calmo, aposte nas cidades do interior de São Paulo – dá para aproveitar o estado sem ter que passar pela loucura da capital.

Relax em Pernambuco

+ Porto de Galinhas

Uma das praias mais visitadas do Nordeste, tem o centrinho cheio de lojas, bares e restaurantes, além de mar calmo, com piscinas naturais. O passeio até elas pode ser agendado com os jangadeiros da região, mas apenas na maré baixa. A piscina do Beach Class Resort Muro Alto tem 3,3 mil metros quadrados que se espalham por toda a área do hotel. Os quartos são espaçosos e bem equipados, com micro-ondas e cafeteira. A matriz dos restaurantes Beijupirá oferece pratos com pescados que normalmente são preparados com alguma fruta, garantindo o sabor agridoce.

+ Tamandaré

Próximo do centro de Tamandaré, o hotel Baía Branca tem boa estrutura para famílias, com quartos confortáveis e boa área de lazer, além de estar pertinho da Praia de Campas. A copa infantil fica à disposição dos pais e há piscinas para adultos e crianças. O restaurante Beijupirá da Praia dos Carneiros é do proprietário da casa de mesmo nome em Porto de Galinhas. Os pescados se destacam no cardápio, principalmente pela qualidade e pelo frescor. Enquanto espera a refeição, dá até para mergulhar no mar, pois há mesas e atendimento pé na areia. A 8 quilômetros do centro da cidade, o principal atrativo da região é a Praia dos Carneiros, famosa pela incrível paisagem de coqueiros que formam sombra agradável na faixa de areia. Além disso, não deixe de visitar a charmosa igrejinha de São Benedito, fincada na própria praia.

+ Gravatá

Diferentemente do que se espera do estado que abriga Fernando de Noronha e Porto de Galinhas, o destino também se destaca por esta cidade, de clima serrano, com temperatura média de 21 ºC. O Portal de Gravatá é considerado um dos melhores hotéis-fazenda de todo o Brasil pelo conjunto da estrutura, área externa bem-cuidada e opções de lazer que agradam a toda a família – elas vão de parque aquático à experiência de tirar leite das vacas no curral. Visite o restaurante Buchadinha do Gordo, ativo há 60 anos. Além da especialidade, a buchada, também serve outros pratos regionais.

Natureza em São Paulo

+ Águas de Lindoia

A área de lazer do Vacance Hotel tem atrações para todos. Além de kids club e parquinho, minigolfe, sala de jogos, piscinas, arco e flecha, massagem e ofurô fazem parte do pacote completo. Copa infantil, spa e loja de conveniência são outras facilidades. Para sair um pouco do hotel, a Praça Adhemar de Barros é a principal referência da cidade. O projeto paisagístico é de Burle Marx e barracas com comidinhas ficam montadas ali. Passeios de charrete são vendidos para os passantes e um lago com pedalinhos também garante a diversão. No fim da tarde, vale visitar o Café Marrocos, onde a proprietária, neta de libaneses, vende quitutes árabes.

+ Atibaia

A Fazenda Hípica Atibaia tem vasta área de lazer, com cavalos, charrete, curral, parquinho e piscinas. Para os pais, sessões de massagem podem ser agendadas. Há ainda equitação, ofurô e piscina térmica. Com estrutura mais sofisticada, o Bourbon Atibaia Spa Resort também tem recreação e piscina infantil. O spa usa produtos da marca L’Occitane. A colonização japonesa se reflete no melhor restaurante local, o Furusato. O combinado de sashimi inclui filés de sete tipos de peixe e polvo. Para conhecer a influência portuguesa na cidade, vá ao Ítalo-Português, com proposta que combina receitas italianas e portuguesas. A especialidade é o bacalhau. Para compras, a loja de Shugo Izumi é uma das mais tradicionais. O artesão utiliza a técnica noborigama, e dos fornos de alta temperatura saem desde descansos para hashis até vasos. Para adquirir tapetes arraiolos, feitos com lã de carneiro, visite a loja Arpa, formada pela associação dos artesãos do bairro de mesmo nome.

+ São Pedro

A cidade é famosa pelo turismo de natureza, com trilhas e cachoeiras. A Fazenda Fonte Colina Verde garante esse clima, com trilhas pela propriedade, passeios a cavalo e área verde bem-cuidada. Também tem curral e piscinas. O restaurante Vila Del Capo é charmoso, decorado com antiguidades, como máquina de escrever, vitrola e móveis antigos. O cardápio é focado em carnes e massas. No fim da tarde, a Zuleika’s Doces é uma boa pedida para tomar um café acompanhado de bolos recheados e docinhos caseiros.

Sol na Bahia

+ Guarajuba

Cercada por coqueiros, a praia não é tão badalada quanto as vizinhas da Linha Verde e, por isso, é mais tranquila. O Vila Galé Marés Resort tem a melhor estrutura da praia, com spa, recreação, piscinas e sistema de diárias all inclusive. E o melhor: é pé na areia. Para experimentar um pouco da gastronomia local, o La Cantina é a melhor opção – a especialidade da casa são os pescados. O ambiente, charmoso, fica à beira de uma lagoa. Outro lugar para conhecer é o Bar do Prefeitinho , na Praia do Porto. Os pratos mais pedidos também são os pescados. O lugar é simples, mas com serviço atencioso.

+ Imbassaí

A paisagem é memorável. de um lado, o Rio Imbassaí, que deságua no mar. De outro, faixa de areia branquinha com coqueiros e dunas. Para chegar lá, é preciso atravessar uma ponte ou pegar carona com os jangadeiros. O Grand Palladium Imbassaí Resort & Spa é a melhor hospedagem da região. Para entreter os pequenos, passeios a cavalo, piscina, recreação infantil e sala de jogos. Enquanto um dos pais cuida do bebê, o outro pode relaxar no spa. Coma no estrelado Sombra da Mangueira. De especialidade baiana, as mesas são postas, literalmente, à sombra da mangueira. Os principais ingredientes são os peixes frescos e os frutos do mar.

+ Costa do Sauípe

A vantagem em ficar aqui é não ter que se preocupar com mais nada. Os resorts dão conta de tudo. Para as famílias, os mais indicados são o Sauípe Club e o Sauípe Fun. O primeiro tem quatro restaurantes e a estrutura para crianças inclui copa infantil, sala de jogos e recreação, além das maiores e mais animadas piscinas da região. O Fun, por sua vez, está mais próximo da praia e tem estrutura semelhante ao Club, além de oferecer atividades com monitores. A extensa faixa de areia repleta de coqueiros recebe artesãs da Vila Diogo, que vendem seus produtos por ali. A praia também é ponto de desova das tartarugas marinhas.

+ Praia do Forte

O ponto alto deste destino é observar o emocionante momento em que filhotes de tartaruga saem dos ovos em direção ao mar. O Projeto TAMAR estuda e protege as tartarugas marinhas. De setembro a março, dá para acompanhar o manuseio dos ninhos pelos biólogos, enquanto de novembro a maio é quando elas saem das cascas. Por toda a extensão da praia, há estrutura com barracas e bares. Andando em direção ao norte estão as famosas piscinas naturais. Entre julho e outubro a Praia do Forte recebe visitantes habitués: as baleias-jubarte. Nessa época, é realizado o passeio de escunas para observar os animais. Ele dura de três a quatro horas. O Tivoli Ec-Resort Praia do Forte, que mantém práticas sustentáveis desde os anos 1980, conta com copa infantil, parquinho, piscina e recreação. Para comer, o Terreiro da Bahia se destaca pelos pratos regionais com pescados, carne de sol e cordeiro. Com cardápio nordestino, o Joaquim serve principalmente carnes bovina e de cordeiro, frango e peixe.

* Repórter do Guia Quatro Rodas (Editora Abril)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s