Os distúrbios de sono mais comuns em crianças de 7 a 12 anos

Quando as crianças não dormem bem, todos saem perdendo. Veja como reverter esse quadro e garantir noites tranquilas

Os problemas noturnos afligem um quarto das crianças em idade escolar, de acordo com Gregory Stores, professor de neuropsiquiatria do desenvolvimento da Universidade de Oxford, na Inglaterra. Transtornos de sono, como insônia e apneia, são cada vez mais comuns. A falta de rotina costuma ser um dos principais fatores a atrapalhar o descanso dos pequenos. “Quando os pais chegam tarde do trabalho e os horários são irregulares à noite, os distúrbios podem ser desencadeados”, avisa Leticia Santoro Azevedo Soster, neurofisiologista clínica especializada em medicina do sono, de São Paulo. Também há relação com ansiedade, aumento de peso e uso excessivo de eletrônicos. “Os pais enchem os filhos de jogos estimulantes e depois reclamam que eles não se concentram e, principalmente, não dormem”, enfatiza o neuropediatra Luis Felipe Mendonça de Siqueira, de Belo Horizonte. Saiba quais são os distúrbios que mais atrapalham a vida dos pequenos: 
 
 
1. Se a criança tem mais de 5 anos e, pelo menos duas vezes por mês, faz xixi na cama, tem enurese noturna. Pode acontecer porque ela dorme tão profundamente que não consegue despertar para ir ao banheiro. Em alguns casos, o controle neurológico dos esfíncteres ainda não amadureceu. Em outros, há uma baixa do hormônio antidiurético, o que torna a bexiga incapaz de armazenar o volume de urina que o corpo produz.

2. Falta de rotina ou problemas emocionais desencadeiam a insônia, dificuldade de iniciar ou manter o sono. Ela ocorre principalmente pelo uso de alguns medicamentos e doenças respiratórias. Excesso de eletrônicos também atrapalha.

3. O sonambulismo, transtorno em que o cérebro desperta de forma desequilibrada, é provocado por privação de sono, cansaço, stress, alimentação pesada e horários irregulares para dormir. Apesar dos sustos, não é grave. Deve-se, no entanto, cuidar para que a criança não se envolva em situações de risco, como cair, mexer nas gavetas da cozinha, subir em janelas, escadas e varandas.

4. O despertar confusional é caracterizado por episódios de muita agitação, gritos e choro intenso, que se resolvem espontaneamente em cerca de 15 minutos. Piora se os pais tentam conter o filho. É similar a outra disfunção comum, o terror noturno, em que, além de chorar e gritar, o pequeno apresenta taquicardia e sudorese. É difícil segurar a criança, que pode sair da cama e correr sem direção dentro de casa. É assustador para a famlia, mas dura pouco.

5. Tanto o ronco quanto a síndrome da apneia obstrutiva do sono (SAOS) podem ser causados por cansaço ou doenças respiratórias, como alergia e gripe. A obesidade contribui para o quadro de apneia, com graves episódios de obstrução total ou parcial das vias aéreas superiores, associados à queda na saturação de oxigênio. O sono fica extremamente fragmentado. É necessário tratamento médico.

6. Entre as causas do bruxismo, ranger dos dentes, estão stress e alterações da respiração ou da mordida. Pode exigir o uso de aparelho ortodôntico.
 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s