Dica de leitura: a tocante história da mulher que foi ‘criada’ por abelhas

Publicação conta a história da relação da jornalista Meredith May com os insetos

Cada pessoa possui uma maneira diferente de enfrentar e superar os problemas da vida. Para a jornalista e apicultora Meredith May, a forma encontrada foi um tanto quanto peculiar.

Para contar mais sobre sua experiência, Meredith escreveu um livro de memórias que recebeu o nome de Filha das Abelhas (The Honey Bus, em inglês). A história conta como a jornalista foi “criada” por abelhas e o que aprendeu após passar anos observando a relação entre esses insetos.

“Eu sempre soube que queria escrever algo sobre a minha família, já que ela tem personagens muito interessantes. Em 2011 surgiu a ideia do livro. Na época, trabalhava em um escritório e meu chefe me deu a permissão de colocar duas colmeias no topo do prédio (no meio da loucura da cidade grande) e ao ter o contato com as abelhas, me lembrei como eu as amava”, conta Meredith.

No livro, a jornalista fala sobre como sua vida mudou completamente depois que seus pais se separaram. Sua mãe entrou em depressão e faleceu após o episódio. Meredith teve de viver junto com seu avô, que era apicultor e foi quem a apresentou às abelhas.

Com o passar dos anos, estes insetos se transformaram na força motivadora da jornalista. “Dentre as muitas coisas que elas me ensinaram está o fato de que devemos sempre colocar os grupos em primeiro lugar, eu tenho de vir sempre em segundo lugar”, conta Meredith. As abelhas também ensinaram que é necessário prestar mais atenção na natureza para entender que todos estão conectados. O avô de Meredith e as abelhas também ensinaram que deve-se sempre ajudar as pessoas, porque se você não fizer nada, elas vão te deixar de lado.

Apesar de todos estes ensinamentos, o que de mais importante que ela aprendeu com os insetos foi o amor. “O maior exemplo disso foi quando eu e meu avô estávamos cuidando das abelhas e ele estava segurando uma caixa com ovos. Em um determinado momento começou a chover e foi muito lindo o que aconteceu. Todas as abelhas entraram em formação para proteger os ovos. Nós sabíamos que se elas não ficassem dentro das colmeias durante a chuva elas iriam morrer, porém, para elas, era mais importante salvar a vida dos bebês que estavam dentro dos ovos. Então elas não se importaram de fazer esse sacrifício”, conta Meredith.

A jornalista também contou que se sente como uma estrela do rock quando as pessoas descobrem que ela é apicultora. “Todos no lugar param de falar e começam a me fazer milhares de perguntas. Isso é a perfeita demonstração de como as abelhas são fantásticas”, complementa ela.

Após finalizar a leitura de “A Filha das Abelhas”, Meredith espera que as pessoas entendam que quando crianças estão com problemas, qualquer um pode ajudá-las, não precisa ser necessariamente um humano. Além disso, ela espera que as pessoas percebam como as abelhas são criaturas maravilhosas e como sempre temos o que aprender com elas.

Filha das Abelhas 

Editora: Harper Collins 

Preço sugerido: 49,90 (físico); 34,90 (e-book)

Leia também: Maju Coutinho dará voz à autobiografia de Michele Obama

Vote e escolha as vencedoras do Prêmio CLAUDIA