CLIQUE E ASSINE A PARTIR R$ 6,90/MÊS

João de Deus é condenado a mais 40 anos de prisão

Juíza acatou a denúncia do Ministério Público de Goiás, que já recebeu cerca de 320 denúncias de mulheres que se dizem vítimas de João de Deus.

Por Da Redação Atualizado em 20 jan 2020, 21h29 - Publicado em 20 jan 2020, 21h24

Preso há dois anos  em Goiás, o médium João de Deus foi condenado hoje (20) a mais 40 anos de prisão por crimes sexuais cometidos contra outras 5 mulheres.

João de Deus, que ainda insiste na inocência, já tem duas outras sentenças em andamento: 4 anos por posse ilegal de arma de fogo e 19 anos por crimes sexuais cometidos contra 4 mulheres. Aos 78 anos de idade, agora ela passa a ter uma pena de 63 anos de prisão, mas o processo ainda não encerrou e cabe recurso.

O Ministério Público de Goiás diz que já recebeu cerca de 320 denúncias de mulheres que se dizem vítimas de João de Deus, as sentenças atuais são correspondentes a apenas 9 dessas mulheres.

A defesa já avisou que vai recorrer alegando que o entendimento da juíza Rosângela Rodrigues dos Santos difere de casos similares já julgados no Superior Tribunal de Justiça.

No gabinete da juíza ainda há outros 10 processos em andamento contra o médium. Eles envolvem 50 mulheres. Ao todo, João de Deus foi denunciado 14 vezes pelo Ministério Público e 12 das denúncias foram por crimes sexuais.

Continua após a publicidade

Publicidade