Ingestão de chocolate é prejudicial aos cachorros e gatos

A teobromina, substância presente no cacau, pode causar intoxicação nos bichinhos

Em festas e comemorações, a casa fica cheia e a vida movimentada. Entretanto, não se pode tirar os olhos dos pets. Especialmente na Páscoa, os animais são expostos a um grande risco para a saúde: a ingestão de chocolate – seja por oferta de alguém ou por acidente.

A teobromina, substância presente no cacau, pode causar intoxicação nos bichinhos, resultando em vômito, diarreia e outras manifestações clínicas. Os sintomas variam de acordo com o tamanho, estado de saúde, sensibilidade individual e o tipo de chocolate ingerido pelo mascote.

Com ajuda da Mars Petcare, líder global em alimentos para animais, reunimos algumas dicas para identificar qualquer anormalidade com seu pet e proceder corretamente:

+ Os sintomas de intoxicação podem ser diferentes para cada alimento. O chocolate, quando consumido em pequenas quantidades, pode causar vômito, diarreia, agitação e aumento da frequência urinária. Quando consumido em quantidade maior, os cães podem apresentar espasmos musculares, convulsões e taquicardia.

+ Geralmente os sintomas de intoxicação ocorrem cerca ‪de 4 a 5 horas‬ após o cão consumir o chocolate ou algum alimento que contenha chocolate.

+ Ao apresentar qualquer reação, o dono deve levar o animal imediatamente ao veterinário para que o tratamento adequado possa ser realizado. Mesmo que o pet tenha ingerido uma pequena quantidade, é importante comunicar o profissional sobre o episódio.