Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Famosos revelam como a espiritualidade pode melhorar a vida

Fique por dentro das religiões das celebridades para aumentar sua espiritualidade

Por Redação M de Mulher - Atualizado em 16 jan 2020, 16h10 - Publicado em 5 mar 2012, 21h00
Famosos revelam como a espiritualidade pode melhorar a vida

Lília Cabral e Hebe Camargo são devotas de Nossa Senhora de Fátima
Foto: Dario Zalis/ Revista CONTIGO! e Ricardo Santos

Em qual momento da vida você recorre à fé e à espiritualidade? Várias pessoas rezam ou realizam seus rituais em busca de respostas, mas outras fazem da fé um estímulo para o dia a dia – tanto para procurar ajuda, quanto para agradecer pelo que conseguem.

Auro del Giglio, professor responsável pela disciplina de Oncologia e Hematologia da Faculdade de Medicina do ABC acredita que pacientes com um lado espiritual desenvolvido têm um apoio adicional para enfrentar as dificuldades do diagnóstico e tratamento dos seus tumores. “É um benefício para quem está doente. Os médicos devem, ao meu ver, encorajar os pacientes a abordar o lado espiritual de suas vidas”.

Famosos fazem da fé uma motivação para seguir adiante nas alegrias e nas adversidades. Veja como cada um lida com o assunto.

Devota na vida real e na ficção

Lília Cabral, 48 anos, atriz

Assim como sua personagem Griselda, em “Fina Estampa”, Lília Cabral é devota de Nossa Senhora de Fátima. Católica assumida, a atriz ainda acredita que sua mãe, no céu, a ajuda a conquistar o sucesso. E bota sucesso nisso! “Eu rezo bastante. Minha dedicação a Nossa Senhora de Fátima é verdade, não é falsa, não”, assume.

Fé e alegria de viver

Hebe Camargo, 82 anos, apresentadora

Devota fiel a Nossa Senhora de Fátima e Nossa Senhora Aparecida, Hebe nunca deixa suas santinhas de lado, nem quando viaja. Quando descobriu que tinha câncer, em janeiro de 2010, a apresentadora, que sempre rezou pelos outros, resolveu pedir por si mesma. “Abri uma exceção porque achei que, desta vez, meu problema era muito sério”, diz.

Continua após a publicidade

Hebe conversa com ambas as santas, mas diz não ter preferência. “Sempre que falo com uma, tenho de agradar a outra também, senão elas ficam com ciúme”, brinca com sua irreverência e alegria. E, além da fé, pode-se dizer que a felicidade e a vontade de superar os problemas ajudam, e muito, a nossa diva!

Reynaldo Gianecchini e Claudia Leitte não seguem uma religião específica, mas têm muita fé
Foto: Divulgação e Silvia Santana

“É preciso olhar sempre para a frente”

Claudia Leitte, 31 anos, cantora

A cantora não tem religião, mas acredita em Deus. “Eu acredito que Deus está nas relações. É horizontal. Ele é muito acessível”, diz. Ela conta que reza bastante e que Deus fala com a gente o tempo todo. “Ele emite os sinais. As pessoas falam muito do ‘Orai e Vigiai’. Não é para vigiar o mal, mas é para vigiar os sinais Dele e se proteger do mal. A gente não tem que gastar energia com olho-grande, com inveja alheia, com quem tem raiva de nós. Se preocupar com isso é sair do foco. É preciso olhar para a frente sempre – ou para o lado, se for para ajudar”. E completa: “Quando você fica irada ou se preocupa com alguém que te chateou, não está favorecendo Deus na sua vida”. Fique atenta e mantenha sempre a positividade!

“Tenho mais é que dizer obrigado”

Reynaldo Gianecchini, 39 anos, ator

Após descobrir que estava com câncer, Reynaldo Gianecchini agarrou-se à religião de seu pai, o espiritismo. O ator passou até por uma cirurgia espiritual à distância. “Fisicamente, não senti nada. Eu sinto a força de uma energia muito boa, de uma corrente boa de amor, isso eu sinto o tempo todo”, revela. Gianecchini já se interessou por muitas religiões: espiritismo, evangelismo, budismo e candomblé. Porém, ele ainda não segue nenhuma. Mas fé, ele tem de sobra. “Tenho meu Deus, para quem rezo todos os dias – e rezo sempre! Gosto de agradecer. Apesar dos meus esforços, acho que recebo muito. Tenho mais é que dizer obrigado”, conta o ator.

Famosos revelam como a espiritualidade pode melhorar a vida

Christiane Torloni e Juliana Paes são muito espirituais
Foto: Divulgação/Rede Globo e Marcia Alves

“Aprendi a não pensar no corpo”

Christiane Torloni, 54 anos, atriz

A atriz, que interpreta Tereza Cristina, em “Fina Estampa”, se declara budista. Ela medita diariamente e aprendeu muito com a prática. Christiane é sempre zen. “O budismo me ajudou a não ficar paranoica com o físico. Não tenho uma relação de adoração com meu corpo, mas de profunda admiração. E aprendi isso com o budismo, onde praticamos o desapego à autoimagem”, conta. É um aprendizado e tanto para quem vive num mundo em que o corpo perfeito é um dos maiores objetivos.

Continua após a publicidade

“Fiz algo muito legal na outra vida”

Juliana Paes, 33 anos, atriz

Ela não tem religião, mas acredita em vida após a morte. “Acredito que estamos aqui para nos desenvolvermos espiritualmente. Não vejo Deus como punidor. Quanto mais resignação diante do que é ruim, maior o crescimento”. Ela também participa de sessões no centro de umbanda de sua avó, no Rio. Mesmo com a fama, Juliana não perde a humildade. “As pessoas querem que você acredite nesse mundo de glamour, mas isso não importa. Estamos apenas de passagem. Toda a sorte que tenho é porque devo ter feito algo muito legal na vida passada”.

Publicidade