Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Executiva do Facebook expõe dificuldades de mães solteiras na carreira

No Dia das Mães, Sheryl Sandberg publicou texto defendendo a criação de políticas para apoiar essas mulheres

Por Redação CLAUDIA
Atualizado em 31 out 2016, 11h31 - Publicado em 10 Maio 2016, 15h07

No Dia das Mães, no último domingo (6), a executiva do Facebook Sheryl Sandberg publicou em sua conta na rede social um texto destacando as dificulades que mães solteiras enfrentam para tocar a carreira e a criação dos filhos. No ano passado, ela perdeu seu marido, Dave Goldberg, morto de traumatismo craniano durante as férias da família no sul do México. Ela diz que, antes, não entendia como era difícil ser bem sucedida no trabalho quando se está sobrecarregada em casa. 

Sandberg é autora do best-seller ‘Faça Acontecer: Mulheres, Trabalho e a Vontade de Liderar’, que investiga as razões de o crescimento profissional das mulheres estar estagnado e encoraja mulheres a buscarem seus objetivos. No post de domingo, ela lembra das mães solteiras que, “todos os dias, fazem sacrifícios, ultrapassam barreiras, e formam lindas famílias, apesar das demandas em seu tempo e energia”. 

“Eu acredito que todos devemos dedicar o Dia das Mães às mães solteiras, reconhecendo que o mundo não é fácil para elas”, diz. Sandberg defende que as políticas públicas e empresarias devem ser repensadas de acordo com o perfil das famílias atuais, com a comunidade oferecendo muito mais suporte às mães solteiras – o que, de acordo com ela, essas mulheres precisam e merecem. 

A autora aponta que, nos Estados Unidos, quase 30% das famílias com filhos não são encabeçadas por um casal; sendo 84% delas tocadas apenas pela mãe. No Brasil, de acordo com dados do censo de 2010 do IBGE, a monoparentalidade feminina corresponde a 17,3% dos domícilios, enquanto a masculina é de 2%.

Sandberg traz ainda que 40% das famílias de mães solteiras vivem em situação de pobreza, contra 22% das famílias de pais solteiros e 8% das famílias nucleares, isto é, formadas por mãe, pai e filhos. Ela entende que nossas atitudes e políticas não refletem as mudanças na composição familiar e as dificuldades que as mães solteiras enfrentam. 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.