É correto retirar os pelos do ouvido de cães e gatos?

Entenda o porquê não se deve retirar os pelos do ouvido do seu bichinho de estimação

É correto retirar os pelos do ouvido de cães e gatos?

Peça para o tosador do seu cãozinho não retirar os pelos do ouvido e evite problemas
Foto: Dreamstime


Você acha feio os pelos que saltam do ouvido do seu bicho de estimação e quer dar fim neles? A veterinária Karine Kleine, do Rio de Janeiro, explica que não é correto retirar aqueles pelos de aparência feia do ouvido de cães e gatos.

 

“Embora muitos pet shops adotem essa prática durante o banho e a tosa de cães de raças mais peludas, como poodle, yorkshire e maltês, e gatos persas, ela é totalmente desaconselhada”, frisa. Isso porque, ao retirar os pelos, podemos causar ferimentos, várias lesões auditivas e provocar inflamações como otite externa grave.

 

A presença dos pelos no conduto auditivo é uma proteção fundamental contra bactérias e corpos estranhos. Além do mais, estão relacionados ao sistema nervoso central e a seus estímulos sonoros – é por essa razão que, ao escutar um barulho mais alto, o animal move as duas orelhas.

 

Dica: explique isso ao tosador do seu bichinho, peça para deixar os fios intactos e evite problemas.