Buffet: Chef ensina a escolher o serviço ideal para seu casamento

Julio Perinetto dá dicas para definir o cardápio e o serviço que melhor se enquadram na sua festa dos sonhos

Escolher o tipo de serviço e o cardápio da festa de casamento sempre gera preocupação nos noivos. Afinal, um jantar ruim pode destruir o sonho de uma festa perfeita.

Coquetel, finger food, self service ou jantar à francesa? Cada perfil de festa possui um tipo de serviço ideal. Por isso, é importante que os noivos entendam o que idealizaram para a recepção para poder escolher o serviço que melhor se adequará a este perfil.

O coquetel normalmente é procurado por casais que buscam uma festa mais descontraída e econômica. No entanto, é preciso planejar um cardápio com opções que alimentem bem os convidados. “Se o coquetel for pensado com pratos mais substanciosos, ele pode ser uma opção interessante dependendo do tipo de evento que você vai querer ter”, explica o chef Julio Perinetto, responsável pelo buffet homônimo e referência no mercado.

Buffet ideal para casamento

 (Pinterest/Reprodução)

Outra opção é o serviço volante, com porções servidas em pequenas porcelanas e que podem ser consumidas em pé. Dinâmico e jovial, o serviço volante de finger food possui uma grande desvantagem relacionada à decoração. “Muitas noivas imaginam o casamento com mesas montadas e no serviço de finger food você não tem um momento para sentar e jantar. As comidas são servidas de forma volante, então não existe essa parte na decoração”, lembra. Este tipo de serviço é moderno e funciona bem em festas realizadas em lounges.

Segundo Julio, o estilo franco-americano (buffet) é o que mais agrada atualmente. Nele, os convidados podem escolher o que comer, permitindo uma maior variedade de pratos. O preconceito de muitos casais em relação a este formato está ligado às filas que podem se formar durante o jantar. No entanto, o problema pode ser facilmente resolvido com bom planejamento. “Se adequar a quantidade de buffet corretamente para a quantidade de pessoas, isso não ocorre”, afirmou.

Buffet ideal para casamento

 (Pinterest/Reprodução)

O jantar à francesa implica maior investimento na apresentação dos pratos e no serviço, uma vez que os convidados são servidos à mesa. O empratamento exige também uma equipe maior na cozinha e também no salão, mas transmite mais sofisticação à recepção. “A desvantagem deste formato é que os convidados às vezes não chegam no horário ou não querem comer em determinado momento, e esse tipo de serviço implica ter todo mundo sentado ao mesmo tempo”, lembrou. “Além disso, você limita as pessoas a comerem o que você escolheu e não exatamente o que elas gostam de comer”, afirmou o chef.

Para quem não conseguiu encontrar o formato ideal, uma sugestão do chef é mesclar serviços para atender melhor os convidados. Em um jantar servido a francesa os noivos podem disponibilizar também uma ilha, para criar esse meio termo.


O buffet

Definido o tipo de serviço, é hora de procurar o buffet ideal para o seu evento. Conhecer bem o buffet antes de assinar o contrato é essencial para não se decepcionar com o serviço oferecido.

“Para escolher um buffet é importante buscar referências, principalmente no mercado de casamentos, para entender como o buffet se comporta, como o serviço é realizado, qual a sua imagem perante outros profissionais e qual é o perfil do buffet”, aconselha. Ele ressalta ainda que cada chef possui um perfil bem definido. Uns são mais clássicos, outros mais modernos e criativos. É essencial buscar um chef cujo perfil combine com a personalidade do casal.

“Para tornar a refeição inesquecível é importante oferecer o que os noivos gostam. Claro que é necessário avaliar alergias e restrições dos convidados, mas trazer também alimentos e ingredientes que os noivos adoram, demonstra essa preocupação em deixar o casamento a cara do casal. Quanto mais personalidade, as pessoas vão perceber que mais carinho teve. E uma festa feita com carinho se torna algo inesquecível”, declarou.

Se o casal possui alguma descendência ou origem diferente, vale a pena mesclar pratos clássicos com opções variadas, mesclando e enriquecendo o menu com pratos das culturas.  Essa opção cria uma troca interessante para os convidados.

Buffet ideal para casamento

 (Pinterest/Reprodução)

A internet serve como um norte, mas não deve ser a única referência. Peça indicações de fornecedores e de outros noivos, levando sempre em conta considerações não só sobre os pratos em si, mas também sobre o serviço, higiene alimentar e qualidade da equipe.

Não se engane pensando que para compor um cardápio criativo é necessário, obrigatoriamente, ter um orçamento alto. “Para montar um cardápio interessante é importante trazer alimentos que se equilibram, e para isso não é necessário usar ingredientes caros. É possível escolher ingredientes mais simples e prepará-los de forma deliciosa. Além disso, para ser criativo e econômico pode se pensar também na apresentação, na forma de preparo e no serviço”, afirmou.