Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Como fazer o cálculo do 13º salário e o que fazer com o valor

Você sabe calcular exatamente deve receber? E o que fazer com esse dinheiro no final do ano? A gente te ajuda!

Por Da Redação
24 nov 2022, 08h17

Está chegando a hora dele, o tão esperado e aguardado 13º salário! Também chamado de gratificação de Natal, o décimo terceiro é um pagamento extra para qualquer pessoa que trabalhe sob o regime CLT, pensionistas, aposentados e funcionários públicos, e corresponde a 1/12 da remuneração por mês de trabalho. 

“O empregador divide a remuneração integral por 12, ou seja, com base no salário bruto. Ele, então, multiplica o resultado pelo total de meses que o funcionário trabalhou no ano. O resultado dessa conta será pago ao funcionário em duas parcelas ao longo do ano”, ensina Nathália Rodrigues, orientadora financeira e empresária. Ou seja, se o profissional trabalhar na mesma empresa por um ano, o 13º será igual ao salário mensal. Caso não tenha completado doze meses, receberá o valor proporcional ao tempo de serviço.

Profissionais que trabalham no modelo CLT devem receber o décimo terceiro salário em duas vezes. Nathália reforça que a prática do deposito em uma única vez é ilegal. A primeira parcela, equivalente a 50% do valor, deve ser depositada entre 1º de fevereiro e 30 de novembro. A segunda parcela deve ser paga até 20 de dezembro, com os descontos do Imposto de Renda, do INSS e do valor correspondente ao adiantamento da primeira parcela”, esclarece. 

E o que fazer com o 13º salário

A especialista diz que uma das prioridades deve ser quitar ou negociar as dívidas com esse valor. “Liste e analise todas as dívidas, conheça as taxas de juros, o valor das parcelas e o valor inicial e final de cada uma delas. Depois dessa análise, busque quitar as dívidas que possuem uma taxa de juros maior, porque elas pegam a maior parte do seu orçamento”, indica. 

Continua após a publicidade

Caso não seja o seu caso, a segunda dica de Nathália é utilizar o valor como uma reserva de emergência. “É bom ter um dinheiro como garantia se algum imprevisto acontecer”, afirma. O 13º salário também pode ser uma opção para as negociações que existem no início do ano – como matrícula dos filhos, lista de material escolar, IPVA e IPT. 

E, por último, mas não menos importante: invista em você, seja com uma viagem, um presente ou uma experiência gostosa. “Autocuidado também passa pelas finanças pessoais e esse compromisso pode estar no topo da sua lista de desejos para um novo ano”, finaliza.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.