CLIQUE E ASSINE A PARTIR R$ 6,90/MÊS

Dose de reforço: capitais brasileiras anunciam novos calendários de vacina

A capital paulista iniciará a imunização nesta quinta-feira (18), enquanto Salvador realizará um mutirão no próximo sábado

Por Da Redação 17 nov 2021, 11h51

A cidade de São Paulo começará a aplicar a partir desta quinta-feira (18) a dose de reforço da vacina da Covid-19 para os cidadãos maiores de 18 anos que tiveram seus esquemas vacinais completos com os imunizantes da Coronavac, Astrazeneca e Pfizer.

Respeitando o intervalo de cinco meses recomendado pelo Ministério da Saúde entre o término do esquema vacinal e a aplicação da dose adicional, poderão comparecer nos postos de saúde da cidade todos aqueles que receberam a segunda dose dos referidos imunizantes até o dia 27 de abril.

Na sexta-feira (19), a aplicação da dose adicional será novamente ampliada para um novo grupo. Poderão receber aqueles que tiveram aplicada a segunda dose até o dia 17 de junho.

De acordo com o informado pela Prefeitura de São Paulo, todos vão receber a dose de reforço da Pfizer. O estimado é que, contabilizando os grupos dos dois dias, cerca de 800 mil pessoas recebam a dose adicional. 

Simultânea à aplicação do reforço, a cidade segue ainda com a vacinação da primeira e segunda doses para os maiores de 18 anos e para os adolescentes de 12 a 17 anos. 

Apesar da expansão da idade de quem poderá receber a dose adicional, os maiores de 60 anos e trabalhadores da área da saúde e da educação poderão continuar indo normalmente até os postos de saúde para receber o seu reforço contra a Covid-19. 

Continua após a publicidade

Outras capitais

Além da capital paulista, algumas outras cidades brasileiras, tal como o Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba e Salvador já anunciaram que seguirão a recomendação do Ministério da Saúde de aplicação da dose de reforço na população com mais 18 anos, respeitando o intervalo de cinco meses.

Belo Horizonte, a capital mineira, anunciou nesta terça-feira (16) que tem toda a estrutura necessária para iniciar a aplicação da dose de reforço na população 18+, mas que está aguardando a chegada de novos lotes dos imunizantes. De acordo com a prefeitura, assim que os mesmos forem entregues, a aplicação da dose de reforço começará imediatamente.

Já a capital carioca e Curitiba, a capital paranaense, informaram que estão aguardando a chegada de novos lotes para anunciar o calendário da dose de reforço. De acordo com a prefeitura do Rio, a imunização deve começar já em dezembro. 

Em Salvador, será realizado no próximo sábado (20) um mutirão para atender à nova determinação e público de imunizados.

Continua após a publicidade

Publicidade