12 temperos para substituir o sal que fazem bem à saúde

Consumo alto de sal pode provocar doenças vasculares, câncer de estômago e osteoporose

Não é de hoje que especialistas alertam para as chances do consumo desenfreado de sal estar associado ao aparecimento de casos de hipertensão. A doença, que atinge um em cada quatro brasileiros, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde no ano de 2016, pode acarretar consequências graves para a saúde. 

Leia também: Dor de cabeça: entenda os sintomas e as causas do incômodo

A nutricionista Giovanna Oliveira, nutricionista da Clínica Dra. Maria Fernanda Barca, também ressalta que redução no consumo de sal é tão incentivada como parar de fumar, quando se trata do risco de desenvolvimento de doenças cardíacas, segundo a Organização Mundial da Saúde: “Além disso, o consumo excessivo de sódio aumenta consideravelmente as chances de câncer de estômago e osteoporose e eleva a pressão arterial, uma das principais causas de acidente vascular cerebral.”

Uma das formas de lutar contra o aparecimento da doença é simples: comermelhor. Desmistificando o que muitas pessoas levam como regra na hora de cozinhar, comida salgada não é sinônimo de comida saudável, tampouco saborosa.

Leia também: Cardápio diário nutritivo para perder peso sem sofrimento

Para lhe ajudar nessa missão, de comer melhor e com mais gosto, listamos abaixo 12 temperos que podem substituir o sal e ainda beneficiar a saúde, segundo orientações de Giovanna Oliveira:

Alho

O alho tem ação antiinflamatória, hipotensora e antibacteriana. Ajuda no controle do colesterol. Pode ser usado para temperar praticamente tudo. Carnes em geral, arroz, molhos etc.

Alecrim

Antibiótico natural, antiinflamatório, digestivo, antioxidante (retarda o envelhecimento) diurético e possível protetor contra o câncer. É ótimo para carne vermelha, frango, de porco e também pode ser usado em legumes assados, especialmente batatas. Mas deve ser usado com sabedoria, por ter um sabor forte sobrepor o sabor de outros alimentos.

Canela

É um alimento termogênico, assim, aumenta o metabolismo e auxilia na perda de peso. Além disso, ela é usada para tratar náuseas, vômitos e problemas digestivos. Também pode ajudar no controle glicêmico. Muito utilizada como condimento e aromatizante. Pode ser temperar alguns tipos de carnes, como no preparo de doces: pães, arroz, bolos, tortas de frutas, panquecas doces, compotas e pudins.

Cominho

Muito benéfico para a digestão por ajudar na secreção de enzimas digestivas. Tempera bem aves, carnes ensopadas, legumes, peixes, frutos do mar e queijos.

Cebolinha

Superfácil de incluir como tempero dos mais diversos pratos, possui ação anti-bactericida e também é capaz de controlar a pressão arterial. Pode ser usada em saladas, sanduíches, omeletes, manteiga, queijos, patês e purê de batata

Coentro

Tem um sabor marcante e é um ótimo tempero para peixes, frutos do mar, camarões, frango cozido, saladas, legumes e carnes grelhadas. Contém antioxidantes que auxiliam na digestão e têm propriedades bactericidas e fungicidas, além de ser fonte de vitamina C, magnésio, cálcio e fósforo. Essas substâncias são essenciais para o bom funcionamento do sistema imunológico.

Gengibre

Por ter propriedades antioxidantes, estimula o sistema imunológico e previne o câncer. A raiz também possui gingeróis, que garantem energia. Juntamente com vitaminas A, B3 e B6, selênio e zinco, também afastam o cansaço. Encontrado tanto em pó quanto em raiz, pode ser usado no preparo de conservas doces ou salgadas ou até mesmo em sobremesas. Mais utilizado no preparo de molhos, para temperar carne, peixe e frango.

Limão

Fonte de vitamina C, que previne contra infecções e radicais livres, vitamina A que protege contra problemas da visão, além de vitaminas do complexo B, cálcio e ferro. Apesar de sua acidez, no organismo promove a alcalinização do pH sanguíneo e auxilia no combate do ácido úrico. Também contribui para o bom funcionamento do aparelho digestivo. É um excelente tempero para diversas receitas principalmente em sucos e saladas.

Louro

Potente antioxidante, também possui ação carminativa e digestiva, além de ser eficaz no tratamento contra hemorróidas, reumatismo, contusões e anticonvulsivante. Pode ser usado em quase tudo: caldos, legumes, assados, refogados de carnes e molho de tomate.

Noz moscada

Tem ação antiinflamatória e é rica ainda em vitaminas do complexo B, vitamina C, ácido fólico, vitamina A e antioxidantes flavonoides. Outra vantagem da noz moscada, é o baixo teor de sódio. Vai bem com molhos, caldos de carne, legumes, ovos e gratinados.

Orégano

Tempero típico da cozinha italiana é usado com frequência em pizzas, massas e também em carnes, molhos de tomate e, em preparações com queijo derretido. Pode-se usado na forma de as folhas frescas ou secas. É um potente antioxidante com propriedades fungicidas, além de ajudar na digestão.

Pimenta

As pimentas verdes possuem um alto teor de vitamina C, importante para o corpo humano, para o crescimento e a regeneração dos tecidos, para a resistência às doenças etc. As pimentas contêm uma outra vitamina essencial para a saúde humana, a vitamina A. O ardor da pimenta é causado por uma substância chamada capsaicina, que tem poder antioxidante e reduz o acúmulo de colesterol no corpo além de ajudar no controle glicêmico. Também tem forte ação anti-inflamatória e contém flavonóides, que fornecem as propriedades antioxidantes que ajudam a combater o envelhecimento precoce. A capsaicina, previne alguns tipos de câncer e ajuda a reduzir os níveis do mau colesterol (LDL) e dos triglicerídeos, além de controlar a pressão arterial e acelerar o metabolismo

A pimenta ajuda na digestão por estimular a produção de saliva e enzimas digestivas. A pimenta de caiena, em especial, inibe a secreção ácida, estimula as secreções de muco,  o que ajuda na prevenção e tratamento de úlceras.

As pimentas vermelha, malagueta, dedo-de-moça, cambuci, jalapeño, americana, cumari-do-pará, de cheiro e murupi possuem substâncias que previnem doenças como diabetes, câncer e problemas do coração. Com o consumo, os níveis do colesterol bom (LDL) e dos triglicerídeos ficam controlados bem como a pressão arterial.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s