CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Saúde da mulher: os exames necessários em cada fase da vida

Prevenção de doenças é indispensável e tem necessidades específicas por faixa etária

Por Naiara Taborda Atualizado em 25 fev 2022, 12h31 - Publicado em 2 mar 2022, 08h17

Já diz a máxima popular: com saúde não se brinca! E quando o assunto é prevenção, cada momento da vida traz necessidades diferentes baseadas em hormônios, atividade sexual e patologias mais comuns para a sua faixa etária. Para te ajudar a seguir o cronograma correto, CLAUDIA conversou com a ginecologista Regina Amarante, da Rede de Hospitais São Camilo, que revela os exames que você não pode deixar de fazer em cada fase. 

“Atualmente, o primeiro cuidado ginecológico é a vacina contra o HPV, recomendada a partir dos 9 anos. Se você não tomou, pode se imunizar até os 26 anos de maneira preventiva. Caso tenha alguma infecção detectada no papanicolau até os 40, aconselhamos tomar, porque ela não cura, mas ajuda a prevenir uma infecção futura”, revela. 

A visita ao ginecologista, aliás, deve iniciar cedo – desde a primeira menstruação, conhecida como menarca. “Essa primeira visita é importante para já começarmos um acompanhamento da menstruação e a educação sexual, com prevenção da gestação e de doenças sexualmente transmissíveis”, conta. Daí até os 25 anos, é recomendado que as consultas aconteçam anualmente para realizar exames básicos de forma preventiva. 

Dos 25 aos 30 anos

Se antes o papanicolau era uma recomendação anual a partir do início da vida sexual, agora esse cenário mudou um pouco. “Isso mudou recentemente. Hoje, aconselhamos que você passe a realizar o exame anualmente a partir dos 25 anos, quando lesões costumam ter uma gravidade maior, e após ter iniciado essa vida sexual. Antes disso, elas costumam ser menores e o próprio corpo acaba lidando com elas. Se você tem relações sexuais sem camisinha, também é importante fazer exames de sangue para doenças sexualmente transmissíveis, e isso em qualquer fase da vida”, esclarece.

Nessas visitas de rotina anuais, serão pedidos exames laboratoriais básicos, a verificação das mamas em consultório, o papanicolau e, caso seja encontrado algum problema, o médico poderá pedir outros exames pontuais.  “A ideia é identificar possíveis doenças antes que você tenha qualquer sintoma”, completa. 

Continua após a publicidade

Dos 30 aos 40 anos

Aos 30, é provável que você esteja no auge da sua vida sexual e reprodutiva, aumentando a necessidade de precaver a gestação – caso ela não seja desejada – e acompanhar as doenças sexualmente transmissíveis. “Como hoje também é normal que as pessoas tenham uma redução na ingestão de leites e derivados, também pedimos exames para investigar cálcio, colesterol e glicose anualmente”, aponta. A essas averiguações, soma-se o papanicolau já realizado anualmente desde os 25. 

É nesta década da vida que você também precisa incluir um outro exame preventivo essencial, a mamografia (em caráter anual), que busca averiguar a existência de câncer de mama – o tipo que mais mata mulheres no Brasil. “A Sociedade Brasileira de Mastologia recomenda fazer a mamografia a partir dos 40 anos, ou a partir dos 35 para quem tem histórico de parentes de primeiro grau que tiveram a doença, como avós e mãe. Antes disso, a mama é muito densa e o exame não consegue ‘ver’ nada, então acaba sendo um esforço desnecessário”, pontua. 

Após a menopausa

Com a menopausa, hormônios como progesterona e estrogênio diminuem, sendo necessária uma avaliação da dosagem anual para saber se você terá que suplementar. “A partir dela ou dos 55 anos, também é importante fazermos a Densitometria Óssea a cada dois anos, porque a redução de estrogênio afeta bastante. Se você tiver histórico de osteoporose na família ou fraturas inexplicáveis, sem uma grande queda, nós podemos pedir antes ou com uma frequência maior.”

Outro pedido comum, de acordo com a médica, é a Colonoscopia, porque nesta fase a incidência de câncer do intestino é maior: “Se não existe um histórico familiar, repetimos a cada 5 anos”.

Continua após a publicidade

Publicidade