Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Precisando descansar? Ficar um tempo sozinha pode ser o caminho ideal

Estudo feito ao longo do último ano demonstra que, em nossos momentos mais relaxantes, costumamos estar sozinhos.

Por Giovana Feix - Atualizado em 21 jan 2020, 04h31 - Publicado em 27 set 2016, 13h19

Não, não é só você (e, definitivamente, não é coisa da sua cabeça): está todo mundo exausto. De acordo com um estudo divulgado em maio de 2016 pela revista Science Advances, o Brasil está entre os países que menos dormem no mundo. Além da falta de sono, nós passamos a vida feito malucos – correndo de um lado para o outro, cumprindo mil e uma funções e sentindo, a cada manhã, que umas fériazinhas cairiam tão, mas tão bem…

Se é verdade que, muitas vezes, são realmente só as tão esperadas férias que conseguem resolver o problema (ou então, quem sabe, uma visitinha rápida ao seu clínico geral), uma pesquisa online feita ao longo do último ano pode te ajudar a se sentir mais relaxada no dia a dia.

Reprodução Google
Reprodução Google

O estudo em questão se chama “The Rest Test” (“O Teste do Descanso“), e foi realizado pelo Hubbub, grupo internacional composto de acadêmicos, artistas, poetas e especialistas em saúde mental. Não só a porcentagem nada discreta de pessoas que gostariam de poder descansar mais (68,4% dos entrevistados) chamou atenção, mas eles também repararam que, entre as 15 atividades consideradas “mais relaxantes”, 13 são realizadas enquanto estamos sozinhos.

Ler, estar em meio à natureza, estar sozinho, ouvir música, não fazer nada, caminhar, tomar um banho, pensar na vida, assistir TV, meditar, estar com animais, ver a família e os amigos, tomar um chá ou um cafézinho, fazer coisas criativas ou jardinagem: essas são as preferências de quem respondeu ao The Rest Test, quando o assunto é relaxar.

Mesmo entre os que se consideram extrovertidos (e que, teoricamente, “recarregariam as baterias” junto a outras pessoas), a pesquisa do Hubbub comprovou que o mais comum é sentir-se plenamente relaxado quando conseguimos dedicar um tempinho exclusivamente a nós mesmos. Que tal se dar esse “luxo” com mais frequência e verificar os resultados?

 

Continua após a publicidade
Publicidade