Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Não tome banho tão quente no inverno! 7 motivos porque faz mal

Com a chegada das épocas mais frias do ano, aumentar a temperatura do banho é normal. No entanto, isso pode trazer muito mais malefícios do que você pensa.

Por Roberta Tinti Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 10 abr 2018, 18h39 - Publicado em 14 jul 2017, 14h52

Nada melhor para combater o frio do que um banho bem quentinho, não é mesmo? No entanto, essa prática, apesar de reconfortante, pode acabar lhe fazendo mal caso você coloque a temperatura da água muito elevada.

Conversamos com a dermatologista Dra. Valéria Campos para saber os danos que esse hábito pode causar para a saúde de seu corpo. Além disso, ela também ensina como amenizar esses problemas caso você não queira abrir mão dos banhos muito quentes.

1. Oleosidade

De acordo com a doutora, o banho quente estimula as glândulas sebáceas, fazendo com que elas produzam mais secreção tanto no couro cabeludo quanto no rosto, lugares repletos dessas glândulas. Como resultado, a oleosidade aumenta no topo da cabeça e também na face.

2. Queda de cabelo

Outro malefício trazido pela estimulação das glândulas sebáceas, segundo Campos, é a possibilidade de ocorrência de uma doença de pele comum, a dermatite seborreica. Além de provocar manchas vermelhas na pele, sobretudo no couro cabeludo, ela pode fazer com que o cabelo caia mais.

Leia mais: Sua pele fala: descubra quais os sinais e como solucionar problemas que aparecem seu rosto

Continua após a publicidade

3. Caspa

A famosa e temida caspa também está ligada à dermatite seborreica, doença que pode causar descamação no couro cabeludo. Ninguém quer aquele pozinho branco caindo nos ombros, não é mesmo?

4. Cachos mais ressecados

A água quente, apesar de aumentar a oleosidade no couro cabeludo, resseca as pontas dos fios. Para os cabelos lisos isso não é um grande problema já que a oleosidade não tanto problema para chegar nas pontas. Porém, os cabelos cacheados, que já tem as pontas mais secas, acabam se ressecando ainda mais.

5. Cabelo sem brilho

O ressecamento dos fios também atinge uma característica muito valorizada pelas pessoas: o brilho. Além dos cabelos perderem a maciez, também deixam de ser sedosos e brilhantes.

6. Pele áspera

Segundo Campos, o corpo, quando em contato com a água muito quente, acaba também perdendo oleosidade e ficando mais ressecado. Dessa maneira, a textura suave da pele é perdida.

Continua após a publicidade

7. Urticária

Apesar de ser pouco comum, se você possui alergia à água e altas temperaturas, ela pode aparecer quando toma banhos quentes.

Leia mais: 7 cuidados que você deve ter com a sua pele nos dias mais frios

Para que esses problemas não existam ou sejam amenizados, as recomendações da dermatologista são simples. A primeira solução é somente tomar banho com água menos quente – o que pode ser fácil para uns, mas uma tortura para outros.

Para quem não quer abrir mão do hábito, ela recomenda lavar os cabelos com uma temperatura mais amena no tanque ou em outro local em que só eles sejam molhados e passar água fria rapidamente no corpo depois do banho.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.