“Correr sozinha é ótimo. Correr com os amigos é melhor ainda”

Acompanhe a minha coluna e descubra que é possível, sim, praticar atividade física e viver de forma mais saudável mesmo no agito do dia a dia

Se você já é apaixonada por corrida, provavelmente nem liga para quem está ao seu lado. Mas para quem está iniciando nesse universo, ter uma boa companhia em alguns treinos é primordial. E olha só: a corrida  mais descontraída manda embora ansiedade (como já comentei aqui) e o suporte de outra pessoa ajuda a lidar melhor com dores, cansaço e a “famosa” falta de estímulo. 

Todas as vezes que comento com algum colega que estou correndo, recebo o convite: “vamos correr juntos?”. E eu acho isso ótimo! Correr com outra pessoas mais experiente faz com que eu me esforce mais e acelere nos treinos, o que, naturalmente, me ajuda a melhorar.  Sem falar que o #ProjetoCorrida também já serviu de incentivo para outras pessoas. Já corri com meu pai, primas e amigas (as selfies estão aí para provar). 

Arquivo Pessoal Arquivo Pessoal

Arquivo Pessoal (/)

Nenhum amigo aceitou seu convite de sair para correr? Talvez uma boa ideia seja participar de um grupo de corrida (procure na internet) ou criar o seu, reunindo amigos ou colegas do trabalho. Com hora e local marcados para encontrar o grupo, fica mais difícil desanimar. Ao treinar com a equipe Run & Fun, senti que a corrida se tornou um estilo de vida. Ela reúne homens e mulheres que pensam de forma semelhante, que cuidam da saúde e do corpo e que gostam de trocar dicas e experiências. Tem coisa melhor? 

 

** É possível praticar atividade física e viver de forma mais saudável mesmo no agito do dia a dia? Para provar que sim, eu aceitei o desafio da Mizuno e estou participando do #ProjetoCorrida.