Cientistas descobrem novo contraceptivo masculino

Afinal, a responsabilidade de evitar a gravidez não deve ser apenas da mulher

Cientistas da Universidade de Washington, em Seattle, estão desenvolvendo uma pílula anticoncepcional masculina que seja tão eficaz quanto os tradicionais métodos exclusivos para os homens, como a camisinha e a vasectomia.

Segundo a pesquisa, a nova pílula, chamada de dimethandrolone undecanoate ou apenas DMAU, já passou por alguns testes e os resultados são animadores. “O DMAU é um grande passo em direção ao desenvolvimento de um anticoncepcional masculino diário”, afirmou Stephanie Page, professora de Medicina em Washington, ao The Guardian.

Cem homens de 18 a 50 anos passaram pelo experimento da pílula, que testou os efeitos de diferentes doses (100, 200 e 400 miligramas) e diversificadas formulações dentro da cápsula. Os indivíduos tiveram que tomar o contraceptivo uma vez por dia durante 28 dias com a ingestão de alimentos. Contudo, apenas 83 completaram todas as etapas do experimento.

Todos os participantes que ingeriram o placebo tiveram ganho de peso e registraram queda no nível de HDL, o colesterol bom. Porém, os pesquisadores não analisam esses efeitos colaterais como motivos de preocupação, já que as funções dos rins e do fígado registraram níveis normais.

“Esses resultados promissores são sem precedentes no desenvolvimento de um protótipo de anticoncepcional masculino”, apontou Stephanie. “Estudos de longo prazo estão em andamento para confirmar que o DMAU tomado diariamente bloqueia a produção de espermatozoides”.

O estudo quer confirmar se o medicamento não levará ao homem a perda do desejo sexual ou a fadiga, por causa da baixa no nível de testosterona que a pílula provoca. 

Leia também: Maternidade equivale a mais de dois empregos, mostra pesquisa

+“Hoje eu tenho dois filhos”, diz mãe de Isabella Nardoni