Casa à prova de rinite alérgica

Os meses mais frios e secos do ano levam a mais espirros e crises de rinite. Não dá para interferir no clima, mas é possível mudar algumas coisinhas na sua casa para ajudar a reduzir os incômodos. Saiba como!

Para quem convive com espirros, coriza e sensação de nariz entupido, sabe que manter uma casa limpinha faz toda a diferença no contra-ataque à rinite alérgica, inflamação da mucosa nasal desencadeada por elementos como ácaro e que chega a abalar a produtividade no dia a dia. Além dos cuidados habituais – como uso de forros impermeáveis em colchões e travesseiros, remoção de cortinas, almofadas e tapetes -, alguns trques podem ajudar na batalha contra a doença

Chega de pó

Use aspirador com filtros Hepa (sigla que indica alta eficiência), que retêm melhor a poeira, para limpar o sofá. Uma vez por semana, limpe móveis, molduras de quadros, objetos e prateleiras com um pano úmido, que vai remover a poeira, em vez de apenas espalhá-la. Produtos contra ácaros e mofo também podem ser requisitados. Jogue fora ou doe tudo o que não usa em casa e guarde o restante em armários, caixas e sacolas fechadas. 

Banheiro em dia

O mofo que aparece em volta do encanamento e nas partes mais úmidas deve ser encarado como um inimigo do seu lar. Para eliminá-lo de vez, faça uma mistura com 1 litro de água e uma xícara de água sanitária, aplique nos pontos com mofo e esfregue.

Quarto seguro

Atenção: ácaros se aconchegam em travesseiros, colchões e dobras de colchas e edredons. Uma pesquisa americana revela que, em dois anos, os ácaros presentes na poeira correspondem a 10% do peso do seu travesseiro. Assustador, não é mesmo? O ideal é usar travesseiros e colchões hipoalergênicos revestidos de roupas de cama, que devem ser trocadas e lavadas toda semana, de preferência em água morna. Nos dias frios, nem pense em levar o edredom ou o cobertor guardados no armário direto para a cama. Cobertores e mantas também precisam ser sacudidos e colocados ao sol sempre que possível. E mais: evite dormir com a porta e a janela do quarto fechada para não obstruir a ventilação, aumentando assim a concentração dos “inimigos” que circulam no ar. Se sentir o ar muito seco, coloque uma bacia com água ou um umidificador de ar no ambiente.

Chão limpo

Deixar os sapatos do lado de fora evita cerca de 80% dos fatores alergênicos na casa. Sempre que possível, passe um pano úmido no chão. 

Veja também: O sofrimento com a rinite alérgica pode ter os dias contados