Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

6 atividades físicas para quem está “enferrujada” voltar a se exercitar

Pode ser na academia ou ao ar livre – o importante é perceber e respeitar os limites do seu corpo.

Por Raquel Drehmer - Atualizado em 15 jan 2020, 21h46 - Publicado em 23 mar 2019, 08h15

Excesso de trabalho e de estudos, compromissos familiares mil e falta de dinheiro – ou uma mistura disso tudo – muitas vezes fazem as pessoas ficarem sedentárias. Não é que seja proposital: falta-se um dia ou outro à academia, deixa-se de caminhar algumas manhãs no parque para dormir mais um pouquinho e PÃN, está consolidado o sedentarismo.

O legal é que sempre é possível voltar a colocar o corpo em atividade, mas fique atenta: algumas modalidades ou mesmo a ânsia de ser fitness podem forçar demais o corpo e, além de elevar o risco de lesões, ter o efeito reverso de lhe afastar dos exercícios. Sempre é recomendado passar por uma consulta com clínico geral para fazer uma avaliação de suas condições físicas e planejar com que intensidade você pode recomeçar.

Indicamos, a seguir, as melhores atividades físicas para quem está “enferrujada” e quer voltar à ativa. A lista foi montada com a ajuda das educadoras físicas e professoras Tais Teixeira, da academia Bio Ritmo, e Priscila Kameda, da academia Smart Fit.

Aparelhos aeróbicos

Esteira, bicicleta ergométrica, transport e outros aparelhos aeróbicos são bons porque cada pessoa controla a velocidade, a intensidade e a duração do exercício – com a ajuda daquela avaliação médica que indicamos ali no começo, não se esqueça. Aos poucos, todos esses fatores podem ser aumentados e você aproveita cada vez melhor o tempo neles.

Continua após a publicidade

Dança

É universal, divertida, ajuda na queima de calorias, no fortalecimento do corpo e na sociabilização – ter um grupo de amigas incentiva a não faltar às aulas. Também permite que você pare ou diminua o ritmo durante a aula, quando estiver muito cansada. Opções não faltam: fit dance, zumba, dança do ventre, balé… É só escolher a que se adeque melhor à sua personalidade.

Musculação

As atividades sistematizadas são ideais para quem precisa de disciplina e regras para se exercitar. Na musculação é necessário seguir um programa, fazer repetições e dosar o tempo. Bônus: as músculos ficam definidos mais rapidamente que nas outras modalidades. Você pode começar com aulas duas vezes por semana e aumentar a frequência gradativamente.

Caminhada

A mais democrática das atividades físicas: é gratuita, você pode fazer em qualquer lugar e é você que determina a duração e a intensidade naturais do exercício. Recomenda-se começar com caminhadas leves de 15 minutos e ir aumentando o tempo e o ritmo dos passos.

Alongamento

Perfeita para quem está inconformada com o fato e não alcançar os pés ao se curvar para baixo. Os músculos são trabalhados aos poucos e o corpo vai ficando mais flexível. Em poucos meses você nem lembrará que era “travada” até dizer chega.

Continua após a publicidade

Pilates

Trabalha cada grupo muscular em aparelhos sem “carga” (o peso dos aparelhos de musculação) e sempre focando nas necessidades de cada parte do corpo – alongar mais as pernas e fortalecer mais os braços, por exemplo. AVISO: certifique-se de que o/a instrutor/a seja profissional da educação física ou da fisioterapia e, se não for, procure outra academia de pilates. Uma pessoa sem preparo para instruir seus exercícios pode causar graves danos à sua saúde.

Publicidade