5 formas de tratar cicatrizes e manchas na pele

Conversamos com o dermatologista Adriano Almeida para descobrir truques no cuidado com as marquinhas no corpo

Muitas mulheres adquirem cicatrizes e manchas na pele ao longo da vida. Todas elas marcam histórias no corpo de cada uma, porém nem todas gostam de exibí-las por aí.

Entrevistamos o dermatologista Adriano Almeida para entender os cuidados e os tratamentos para ajudar a amenizar as manchas e cicatrizes daquelas que se incomodam com as marquinhas no corpo.

Confira 5 causas e tratamentos para as manchas e cicatrizes:

Provocadas por acne

Pode-se usar sabonetes que removem o excesso de oleosidade. Nos casos de acne com sequelas, a opção de tratamento é um medicação que diminui a oleosidade da pele através da atrofia das glândulas sebáceas.

Para tratar as manchas, pode-se usar cremes clareadores em casa, ou fazer peeling e laser.

Queimaduras

Loções como Calamina, utilizada para alívio da dor, e até mesmo água gelada podem tirar o desconforto ocasionado por queimaduras. Quanto ao tratamento, pomadas como Sulfadiazina de prata são perfeitas para queimaduras de primeiro grau e superficial.

Para as queimaduras que permanecem na pele durante anos, o ideal são os clareadores com ativos como hidroquinona.

Provocadas por cirurgias

Para amenizar a cor e a textura das cicatrizes decorrentes de cirurgias pode-se aplicar corticóide em creme, em fita adesiva ou injetável.

Estrias

Inimigas de muitas mulheres, as estrias têm sim uma forma de serem disfarçadas. Os ácidos e laser de CO2 são ideias para amenizar as manchas.

“Os ácidos são aplicados na pele à noite e devem ser retirados pela manhã. Os peelings médicos com ácidos são de aplicação única mensal, podendo ser removidos imediatamente ou após algumas horas, dependendo do ácido empregado”, disse Adriano Almeida.

Picadas de insetos

É muito normal ficar com marquinhas na pele depois de arrancar a casquinha da picada de mosquito. Então, para disfarçar essas manchas pode-se utilizar clareadores à base de Hidroquinona e outros ativos.

Leia também: Endometriose: células-tronco são a base de novo tratamento

Gêmeas siamesas brasileiras passam por cirurgia de separação

Siga CLAUDIA no Instagram