Unicef: 2017 foi um ano brutal para crianças de zonas de conflito

Menores estão sujeitos a raptos, violências sexuais, casamentos forçados e servem de escudos humanos ou como combatentes em áreas de guerra

Um relatório do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) publicado nesta quinta-feira (28) aponta que 2017 foi um ano brutal para crianças em zonas de conflito.

O estudo cita exemplos de casos de crimes ocorridos contra crianças como raptos, violências sexuais, casamentos forçados e utilização de menores como escudos humanos ou como combatentes em áreas de guerra.

Leia mais: Pessoas estão sendo vendidas como escravas na Líbia

Entre os casos citados pelo relatório está o deslocamento de mais de 850 mil crianças de suas casas, no Congo, para campos de refugiados a fim de se protegerem da guerra no país – onde estão sujeitas a abusos sexuais e impedidas de frequentar a escola. De acordo com o Fundo, cerca de 27 milhões de crianças encontram-se em zonas de conflito no mundo e são impedidas de terem acesso ao ensino.

Leia mais: Estas mulheres resgatam refugiados no Mar Mediterrâneo

O número de crianças recrutadas para os campos de batalha também é expressivo. Na Niguéria, 135 crianças foram usadas como bombistas suicidas neste ano durante ataques do grupo jihadista Boko Haram. Na Somália,  700 menores foram assassinados em combate.

“As crianças estão a ser atingidas e expostas a ataques e a violência brutal nas suas casas, escolas e parques infantis. Estes ataques continuam ano após ano, mas não podemos deixar-nos entorpecer. Esta brutalidade não se pode tornar no novo normal”, diz o diretor dos programas de emergência da Unicef, Manuel Fontain, ao portal Sapo.

Leia mais: Refugiada reencontra filho perdido através de foto em rede social

 

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s