Refugiada reencontra filho perdido através de foto em rede social

O garoto havia sido sequestrado em 2014 pelo Estado Islâmico e eles não se viam desde então

A refugiada yazidi Nofa Zaghla teve seu filho sequestrado pelo Estado Islâmico em 2014. No último domingo, porém, ela reencontrou o garoto graças a uma foto compartilhada nas redes sociais.

Emad Mishko Tamo, de 12 anos, foi resgatado pelo Exército iraquiano, que registrou e divulgou o momento na esperança de que as imagens chegasse a seus parentes. Então, um primo de Nofa viu a publicação e avisou a mãe do adolescente.

Nas fotos, Emad está coberto de poeira, visivelmente abalado e com um curativo no braço em razão de um tiro que levou durante o resgate.

“Nós pensamos que nunca mais o veríamos de novo. Eu fiquei muito triste quando vi a foto dele coberto de sujeira. Falei com ele por telefone e disse que vai ficar tudo bem”, contou a senhora.

A CBC News, Nofa explicou que o menino está com um tio em um campo para refugiados, mas espera que o governo do Canadá, onde vive atualmente, ajude a trazê-lo para perto.

Campanha online

Na internet, uma mobilização pede ajuda para agilizar o trâmite da entrada do menino no país. Associações locais estão pedindo, inclusive, que internautas enviem um e-mail para o primeiro-ministro Justin Trudeau.

“O Canadá já fez muito para ajudar os refugiados yazidis. Nofa é grata por todo o suporte que recebeu do governo e dos canadenses. Agora, precisamos de ajuda para a pressionar o governo para trazer o filho de Nofa e acabar com o sofrimento desta família”, diz um dos texto.

Nofa e o marido viviam no norte do Iraque com seus seis filhos até a família ser separada pelo Estado Islâmico em agosto de 2014. Ela conseguiu ficar com quatro mais novos, mas os mais velhos, incluindo Emad, foram levados junto com o marido pelo grupo extremista. Desde então, não se encontraram mais.

%d blogueiros gostam disto: