O Outro Lado do Paraíso: as paisagens deslumbrantes do Tocantins

Região é repleta de pontos turísticos para quem gosta de visitar cenários naturais deslumbrantes

O Outro Lado do Paraíso, nova novela das 21 horas da Rede Globo, tem mostrado linda paisagens do Tocantins. O local ainda é pouco visitado por turistas, mas a expectativa é de que o interesse por conhecê-lo aumente com a exibição de suas paisagens deslumbrantes no horário nobre da emissora carioca.

As cenas terão enfoque na região do Jalapão, especialmente nas cidades de Ponte Alta do Tocantins, Mateiros e São Félix do Tocantins. Algumas cenas também foram gravadas em veredas de capim dourado e em Mumbuca e Prata, comunidades quilombolas. É nessa região que Clara, protagonista da novela, interpretada pela atriz Bianca Bin, trabalha como professora.

Leia mais: 5 dicas para não ficar doente numa viagem de férias

Na própria abertura da trama, são exibidos alguns pontos turísticos do Jalapão, e, no site oficial da novela, há trechos de cenas e algumas fotos, em que você pode conferir os locais citados.

Segundo o buscador de viagens Skyscanner, abril é o mês mais indicado para conhecer a região com passagens a partir de 549 reais saindo de São Paulo, ida e volta. Por meio da plataforma, é possível checar os melhores preços por origem e período.

Confira detalhes sobre os pontos turísticos:

Ponte Alta do Tocantins

Cânion Sussuapara

 (Portal de Turismo do Estado do Tocantins/Reprodução)

O Cânion Sussuapara cria um belo cenário com suas pedras onduladas e a vegetação ao redor. Há uma pequena cachoeira, onde os turistas podem banhar-se.

Gael e Clara comemoraram a aprovação do casamento em meio a esse lugar. Relembre o momento clicando neste link.

Pedra Furada

 (Juliana Nashimoto Neme Francisco/Reprodução)

Geralmente procurada para apreciar o pôr do sol, a Pedra Furada é um bloco de arenito com um buraco causado por erosão. Ver o entardecer emoldurado pela rocha é uma das maiores atrações.

Mateiros

Cachoeira da Velha

 (Wikipédia/Reprodução)

É uma das cachoeiras mais imponentes da região. Trata-se de um paredão de pedra que sustenta uma queda d’água de mais de 100 metros de largura e 25 metros de altura. Não é possível tomar banho, mas pode-se agendar um passeio de rafting.

Perto da cachoeira, é possível caminhar para a Prainha do Rio Novo, uma boa opção para descansar e se banhar.

Dunas do Jalapão

 (Marcel Favery/Divulgação)

Outro destino imperdível para assistir ao pôr do sol são as Dunas do Jalapão. O tom alaranjado da areia fica ainda mais bonito com os raios dourados do entardecer. Algumas dunas chegam a ter 40 metros de altura e oferecem uma visão incrível da região do Cerrado.

Fervedouros

 (Getty Images/Reprodução)

Mateiros é a região com maior concentração dessas nascentes. Os pequenos poços têm água transparente, areia branca no fundo e borbulham incessantemente, sem que se possa ter noção correta da profundidade – nem tente encontrar o fundo, pois não irá conseguir fazer nada além de flutuar, tudo por causa da força com que a água do lençol freático é jorrada à superfície. Por estarem em propriedades particulares, a entrada na maioria dos fervedouros é paga. Um dos mais conhecidos é o Fervedouro do Ceiça.

Foi nesse local que o personagem Gael afirmou ser apaixonado por Clara. Na cena, a personagem explica para o marido as características do lugar. Relembre assistindo nesse link.

Cachoeira do Formiga

 (Getty Images/Reprodução)

Cachoeira do Formiga fica em uma propriedade particular – é necessário pagar R$ 20 para entrar no local. A cor da piscina formada pela cachoeira muda conforme a incidência do sol, variando entre o verde-esmeralda e o azul-turquesa.

Povoados do Mumbuca e Prata

 (Ffpaniago/Divulgação)

Os povoados de Mumbuca e Prata são comunidades remanescentes de quilombos que guardam parte das terras da região do Jalapão. É possível visitá-las, especialmente durante os festejos da Colheita do Capim Dourado, feita pela Comunidade Mumbuca, e da Festa da Rapadura, organizada pela Comunidade do Prata.

São Félix do Tocantins

Fervedouro Bela Vista

 (Rodrigo José Fernandes/)

Essa nascente é uma das maiores e mais belas encontradas no Jalapão. Oferece melhor estrutura do que os outros poços e tem uma passarela de madeira que leva até um deque bem próximo da água azul cristalina. A entrada custa R$ 15 e o espaço conta com restaurante com pratos típicos regionais, banheiros com ducha e até mesmo área de camping para quem curte ficar em contato com a natureza.

Serra do Espírito Santo

 (Gabriel Castaldini/Divulgação)

Ao fundo de grande parte das fotos feitas no Jalapão, ou pelo menos feitas a partir das estradas da região, está a bela Serra do Espírito Santo, com formação rochosa parecida com a das Chapadas brasileiras. Consideram-na a responsável por formar as Dunas do Jalapão em função da erosão de suas rochas.

É possível fazer uma trilha para subir até a montanha (que mais parece uma mesa) e de lá apreciar o Parque Estadual do Jalapão de cima. Esta trilha é a mais complicada, visto que as demais partes da região não exigem muito esforço físico para chegar até as suas atrações.

É nesse ambiente que ocorrem as principais cenas da novela. Você pode conferir uma delas neste link.

Palmas

 (Prefeitura de Palmas/Divulgação)

Palmas é a mais nova capital do país, e é uma cidade planejada, como Brasília. Não há muito o que conhecer na cidade em si, mas é possível fazer atividades bacanas em um final de semana. Pode-se conhecer a Praça dos Girassóis, onde estão localizados o Monumento aos 18 do Forte e o memorial da Coluna Prestes, em um prédio desenhado por Oscar Niemeyer.

Para fugir do calor, aproveite as praias de água doce mais próximas como a Praia da Graciosa, e as praias dos Arnos e do Prata, ou vá para as cachoeiras de Taquaruçu, a pouco mais de 30km do centro da capital tocantinense.

Leia mais: 5 roteiros de viagem exclusivos para mulheres