Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Tiroteio em escola na França deixa feridos

Caso aconteceu momentos depois de uma carta-bomba ser encontrada na sede do FMI em Paris

Por Da Redação - Atualizado em 16 mar 2017, 12h25 - Publicado em 16 mar 2017, 12h21

Um tiroteio em uma escola na pequena cidade de Grasse, no Sul da França, deixou feridos, informaram as autoridades locais na manhã desta quinta-feira (16).

Segundo a polícia, um jovem de 17 anos, que estava armado com um rifle, duas armas de mão e duas granadas, abriu fogo no colégio Alexis de Tocqueville, nos Alpes Marítimos. Segundo o Ministério do Interior, três pessoas sofreram ferimentos em decorrência dos tiros, enquanto outras cinco se machucaram em um tumulto após os disparos.

O episódio aconteceu momentos depois da explosão de uma carta-bomba na sede do Fundo Monetário Internacional (FMI) em Paris deixar uma pessoa ferida – caso que está sendo tratado como terrorismo.

De acordo com o jornal Libération, o suspeito preso é um aluno da escola. Ao Le Monde, uma fonte policial informou que o jovem não era conhecido pelos serviços anti-terrorismo, porém, teria consultado sites da internet sobre assassinatos em massa antes dos disparos.

Continua após a publicidade

Após incidentes, as autoridades francesas emitiram um alerta de terrorismo em todo o país. Enquanto a prefeitura de Grasse orientou os moradores a permanecerem em casa e suspendeu as aulas de todas as outras escolas foram suspensas, o presidente Fraçois Hollande disse que não poderia usar outra palavra que não fosse “atentado”.

Publicidade