Tatuadora oferece serviço gratuito para mulheres vítimas de violência

Para a pernambucana Fernanda Souza, é muito mais satisfatório ter uma tatuagem ao invés da marca de agressão no corpo

A tatuadora Fernanda Souza, 26 anos, decidiu dedicar seu ofício para além da expressão artística. A partir deste mês, ela passou a tatuar gratuitamente mulheres vítimas de violência que desejam cobrir suas cicatrizes.

A ideia de Fernanda partiu de uma experiência vivida por ela aos 18 anos. Na juventude, a tatuadora foi abusada sexualmente. “Não é algo que dá para esquecer. Você não supera, fica com a lembrança adormecida, mas hoje em dia consigo falar sobre isso, então quis ajudar outras mulheres que passaram por uma situação semelhante à que eu vivi”, disse a pernambucana em entrevista ao G1.

As tatuagens tornaram-se, então, uma alternativa encontrada por Fernanda para auxiliar mulheres a removerem marcas físicas da violência e tentar ajudá-las a superar o trauma. “Penso que seria muito mais satisfatório ter uma tatuagem ao invés da marca. As pessoas podem perguntar o que aquele desenho significa e você pode responder sem constrangimento, diferente de quando perguntam como você conseguiu a cicatriz.”

Leia mais: Modelo faz tatuagem nos olhos e pode perder a visão

 

 

%d blogueiros gostam disto: