Quem é a única mulher que morreu em submarino argentino

Marinha confirmou que não há sobreviventes em embarcação desaparecida

Entre os 44 tripulantes a bordo do submarino ARA San Juan e que tiveram a morte confirmada pela Marinha argentina nesta terça-feira (5) havia uma única mulher.

Eliana María Krawczyk, de 34 anos, foi a primeira oficial submarinista da América do Sul, desde 2012, e atuava como chefe de operações no submarino. Ela comandava desde o controle das armas da embarcação até a manobra de amarração.

Em um vídeo divulgado no ano passado, ela relata que ingressou na Escola Naval Militar em 2008 e se apaixonou pelos submarinos em uma visita a cidade de Mar del Plata, onde ficam ancorados os submarinos da frota argentina. “Fui a Mar del Plata para jurar a bandeira, embarquei em um dos submarinos e me dei conta de que queria ser submarinista”, contou.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s