Príncipe George foi proibido pela escola de ter um melhor amigo

Essa é apenas uma das particularidades da Thomas's Battersea School, onde o pequeno príncipe de 4 anos estuda desde o início do mês. Entenda os motivos!

O príncipe George, da família real britânica, começou a frequentar as aulas na escola londrina Thomas’s Battersea School  no dia 7 de setembro.  A imprensa inglesa, no entanto, está descobrindo algumas peculiaridades da instituição.

Uma delas é que o pequeno, de apenas 4 anos, e seus coleguinhas têm a disposição um cardápio gourmet. Segundo o portal Town&Country, a escola possui um menu sazonal com uma grande variedade de refeições leves e nutritivas, as quais dependem das estações do ano e mudam a cada período de três semanas.

Apesar de curiosa, a história gourmet não é a mais interessante. Já se sabe que a Thomas’s Battersea School adota uma filosofia de ensino que educa seus alunos a serem generosos uns com os outros. Apesar disso, a escola não permite que os alunos tenham um melhor amigo.

Essa restrição, no entanto, não é somente para o herdeiro do trono: nenhuma outra criança pode chamar a outra de “melhor amigo“.

Leia mais: Kate Middleton e William esperam o 3º filho

De acordo com o site Popsugar, Jane Moore, apresentadora do programa Loose Women do canal de televisão britânico ITV, explicou que essa regra existe para que nenhuma criança fira os sentimentos da outra ou se sinta excluída.

“A política na escola é de que, se seu filho fizer uma festa – a menos que todos os colegas sejam convidados º não se deve entregar os convites na sala de aula”, exemplificou Moore.

E você, concorda com a postura da escola? Conte sua opinião para nós nos comentários!