Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Aretha Duarte é a primeira mulher negra latina a chegar ao topo do Everest

A brasileira recolheu 130 toneladas de lixo reciclável para financiar parte do valor necessário

Por Da Redação 24 Maio 2021, 19h25

Aretha Duarte levou cinco dias para chegar ao topo do monte Everest, com 8.849 metros de altura, neste domingo (23), e se tornar a primeira mulher negra da América Latina a realizar tal feito. A atleta nasceu em Campinas, interior de São Paulo, onde passou estruturou esse projeto de vida.

Para a brasileira conseguir chegar até lá, ela recolheu 130 toneladas de lixo reciclável para financiar parte do valor necessário. Além disso, patrocinadores ajudaram a completar o valor de 400 mil reais.

Essa foi a segunda tentativa da montanhista para chegar ao cume. Na primeira vez, ela teve mal-estar e tosse por conta da altitude.

A realização sonho de Aretha é também um marco histórico, já que o esporte é composto em sua maioria por homens brancos e poucas mulheres e pessoas negras.

Antes de Aretha, a primeira mulher negra a chegar ao pico foi a norte-americana Sophia Danenberg. Depois, foi a vez da alpinista sul-africano nascido na Zâmbia, Saray Khmalo, que é a primeira mulher africana negra a conquistar o feito.

“E que Aretha seja a primeira de MUITAS“, celebra o post do Instagram da atleta. “Nenhum sonho é maior que a nossa capacidade de realizá-lo. Essa conquista é nossa, da Aretha e de cada um de vocês, que acreditou e confiou nesta mulher sem paralelos e em sua jornada de auto-transformação e regeneração socioambiental.”

View this post on Instagram

A post shared by Aretha Duarte (@aretha_duarte)

  • Continua após a publicidade
    Publicidade