Pai reconhece moradora de rua confundida com Madeleine McCann

Confundida com a garotinha britânica desaparecida em 2007, a menina encontrada na Itália é sueca e sofre de Síndrome de Asperger.

O desaparecimento da britânica Madeleine McCann ganhou destaque mundo todo em 2007. A garotinha tinha apenas 3 anos quando sumiu durante uma viagem com os pais a Portugal. Apesar da enorme mobilização, até hoje ela não foi encontrada. Já foram mais de 9 mil possíveis avistamentos nos últimos nove anos, e uma história ganhou destaque especial na terça-feira (22).

Uma moradora de rua de Roma, na Itália, chamou a atenção dos transeuntes por entender perguntas apenas em inglês – nada de italiano –, não aceitar dinheiro de estranhos e ser bastante educada, além de ter bons modos para se alimentar. Por seu cabelo loiro, olhos azuis e idioma, muitos desconfiarem de que se tratava de Madeleine McCann.

Por isso, o caso ganhou repercussão em publicações de todo o mundo, o que, felizmente, fez com que o pai da menina – o sueco Tahvo Jauhojärvi, 54 anos – a reconhecesse. Segundo o jornal britânico Daily Mail, ela foi identificada como Embla Jauhojärvi, de 21 anos, desaparecida desde maio.

O pai conta que a garota sofre de Síndrome de Asperger, condição neurológica do espectro autista caracterizada por dificuldades na interação social e  na comunicação não-verbal. “Eu tentei por seis meses ter ajuda da polícia sueca. Eu sabia que ela iria para a Itália porque ela queria aprender o idioma deles. Eu a quero em casa”, desabafou ao jornal.

Já a família de  Madeleine McCann segue sem notícias sobre a filha, que, se estiver viva, hoje tem 12 anos. Porém, eles não perdem a esperança de encontrá-la. Ao ficarem sabendo sobre Embla, antes de ela ser reconhecida, o casal se pronunciou na página de busca que que mantêm no Facebook: “Obrigada pelas mensagens. Enviamos o caso para a equipe de busca, mas eles não acreditam que essa é a Madeleine. Porém, ela é a filha de alguém, então se você a conhece, por favor, contacte as autoridades do seu país. Por favor, continuem compartilhando”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s