Padre Quevedo morre aos 88 anos

Ele ficou famoso nos anos 90 por apresentar um quadro no “Fantástico”, na Globo, desmascarando charlatões e repetindo o bordão “Isso non ecziste”

O padre Oscar Gonzalez Quevedo Bruzan, conhecido como Padre Quevedo, morreu na madrugada desta quarta (9) em decorrência de problemas cardíacos. O padre tinha 88 anos e será sepultado nesta quinta-feira em cerimônia reservada a familiares, amigos e religiosos. As informações foram divulgadas em nota oficial da Província dos Jesuítas do Brasil.

Especialista em Parapsicologia e autor de livros como O Que é Parapsicologia e A Face Oculta da Mente, Quevedo ficou famoso nos anos 90 por apresentar um quadro no “Fantástico”, na Globo, desmascarando charlatões e repetindo o bordão “Isso non ecziste”. O quadro era chamado O Caçador de Enigmas e foi ao ar entre janeiro e maio do ano 2000. Nascido em Madri, o padre ingressou na Companhia de Jesus aos 15 anos e, desde os 29, vivia no Brasil. Ele se naturalizou brasileiro na década de 60 e passou seus últimos anos em Belo Horizonte.