Padrasto mata enteados de 11 e 13 anos a facadas em Pernambuco

Irmãos foram assassinados após tentativa de estupro do homem contra enteada; mãe cuidava de parente idoso no momento dos crimes

Após chegar em casa apresentando indícios de embriaguez na manhã desta quinta-feira (3) em Moreno, região metropolitana de Recife, Robson José dos Prazeres, 28 anos, tentou estuprar a enteada, de 13 anos. A garota reagiu e seu irmão, de 11 anos, tentou protegê-la. Diante da reação, Robson matou os dois adolescentes a facadas. 

Com o início dos ataques, os irmãos conseguiram escapar e sair da casa, mas não resistiram e morreram do lado de fora, de acordo com a Polícia Civil. “Eu estava na casa do meu tio, que é Idoso e cadeirante, e não pode ficar sozinho. Quando eu estava quase indo embora, minha sogra me ligou e disse que o Robson tinha matado os meus dois filhos”, contou a mãe, Géssica Nascimento, ao G1. 

Ela relatou que o companheiro a agredia com frequência. “Ele me batia, já chegou a tirar sangue e dizer que ia me matar”, disse Géssica, que tem uma medida protetiva contra Robson pela Lei Maria da Penha, que visa protege mulheres vítimas de violência doméstica. 

Quando a polícia saía, ele ia pra lá de todo jeito. Ele dizia que se eu não fosse dele, não seria mais de ninguém”, disse Géssica. Filhas de um primeiro relacionamento da mãe, as vítimas têm ainda outros dois irmãos, filhos de Robson. Uma irmã de 9 anos assistiu ao homicídio, segundo a mãe. 

Quem chamou a polícia após os ataques foi um vizinho que testemunhou o assassinato. Antes de a polícia chegar, Robson foi agredido por outros moradores da vizinhança. O homem será autuado em flagrante por tentativa de estupro e duplo homicídio.