O que as mulheres ao redor do mundo levam para o hospital no momento do parto

Você vai se surpreender com as diferenças no enxoval de cada mãe

O que você levou ou pensa em levar na sua mala de maternidade? Dependendo de onde você está no mundo, o seu kit pode ser bem diferente se comparado ao de outras mulheres prestes a dar à luz. 

O projeto DeliverLife, da iniciativa WaterAid, buscou mostrar exatamente isso. Eles fotografaram e entrevistaram para saber o que estaria com elas no momento de receber o filho. 

De uma lâmina de barbear para cortar o cordão umbilical até folhas de plástico para forrar a cama, confira o contraste surpreendente entre os itens essenciais de parto ao redor do planeta:

Claudine Razafindrabary vive na ilha de Madagascar

Reprodução/WaterAid Reprodução/WaterAid

Reprodução/WaterAid (/)

Novas roupas, algodão, álcool para limpeza, fraldas, balde, absorventes.

Hazel Shandumba, de 27 anos, vive na Zâmbia

Reprodução/WaterAid Reprodução/WaterAid

Reprodução/WaterAid (/)

Cobertor do bebê, algodão, sarong (traje), roupa de bebê, lenços, um recipiente para água, um rolo de polietileno para colocar na cama entrega e manter a higiene pessoal – não há água no local do parto, nem tempo para limpar antes de entregar o leito.

Agnes Noti, de 22 anos, vive na Tanzânia

Reprodução/WaterAid Reprodução/WaterAid

Reprodução/WaterAid (/)

Roupas para o bebê, uma capa para o bebê, meias, uma bacia, uma garrafa térmica, um pedaço de sabonete e chá.

Deanna Neiers, vive nos Estados Unidos

Reprodução/WaterAid Reprodução/WaterAid

Reprodução/WaterAid (/)

Reprodutor de música, o óleo de coco para a massagem, óleo de lavanda, gel de arnica, lanches, sutiã de amamentação e almofadas, travesseiro de amamentação, roupas confortáveis ​​para vestir no hospital e voltar para casa, cobertor macio para o bebê, roupas de malha.

Katy Shaw, de 31 anos, vive na Austrália

Reprodução/WaterAid Reprodução/WaterAid

Reprodução/WaterAid (/)

Produtos de higiene pessoal, lanches, fraldas, chapéu, meias, luvas, roupas para o bebê, roupas para a mãe, roupa de maternidade, almofadas de maternidade e de amamentação, óleos de massagem.

Ellen, de 23 anos, vive na República do Malawi

Reprodução/WaterAid Reprodução/WaterAid

Reprodução/WaterAid (/)

Lâmina de barbear para cortar o cordão umbilical, tocha para iluminar (já que não há fornecimento de energia elétrica), folha de plástico preto para colocar na cama – sem água limpa, é difícil manter a sala de parto e as camas em ordem -, corda para amarrar o cordão umbilical, dinheiro para alimentos, três grandes sarongs para a mãe vestir para durante a sua estadia (que pode ser de até quatro semanas) e para envolver o bebê.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s