Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Nike anuncia lançamento de hijab para atletas muçulmanas

Esta é a primeira vez que uma grande marca de artigos esportivos cria traje focado em mulheres islâmicas

Por Da Redação Atualizado em 9 mar 2017, 13h59 - Publicado em 8 mar 2017, 17h54

Países de maioria muçulmana que antes proibiam a participação de mulheres em competições esportivas internacionais, como Arábia Saudita, vêm sendo pressionados a permitir o engajamento feminino nos esportes. Nas últimas Olimpíadas, vimos atletas competindo com trajes islâmicos. Por outro lado, mulheres muçulmanas enfrentam dificuldade para competir usando hijab – até 2014, a Fifa proibia o uso do véu em partidas de futebol; no basquete, está banido de jogos oficiais.

O fato é que a peça é fundamental para que muitas atletas islâmicas sigam suas crenças e participem das competições esportivas com dignidade. Pensando nisso, em 2018, a Nike lançará linha inédita de hijab, focando no desempenho das atletas muçulmanas.

Leia também: Véu e calça: dupla egípcia entra para história do esporte 

O produto, que estará disponível em três cores, foi desenvolvido por um ano, a partir da consulta a atletas como a patinadora Zahra Lari e da levantadora de peso Amna Al Haddad, dos Emirados Árabes. Durante o processo, Al Haddad contou à Nike que possuía apenas um hijab para competir, lavando-o todas as noites. A peça da Nike é feita de um tecido leve, incluindo furinhos que permitem a transpiração e sua modelagem impede que escape do corpo por acidente. 

View this post on Instagram

Can't believe this is finally here!! I'm super super excited to announce the Nike Pro hijab !! So proud to be part of this incredible journey 💪🏼 #nikewomen #girlpower #Repost @vivienneballa with @repostapp ・・・ New Nike 'Pro Hijab' campaign out today. Featuring Zahra Lari 🖤 _____________ #nike #nikewomen #campaign #prohijab #hijab #justdoit _____________ 📸: @viviennesballa

Continua após a publicidade

A post shared by Zahra Lari 💕💍 (@zahralari) on

Zahra Lari comemorou o lançamento em sua conta no Instagram: “Muito orgulhosa de fazer parte dessa jornada incrível”.

Leia também: Estas atletas fugiram da guerra e lutaram contra o preconceito para competir nas Olimpíadas

“Nike é uma potência e ver atletas muçulmanas representadas em seus produtos parece um salto“, afirma Shireen Ahmed, escritora e ativista em favor das atletas muçulmanas em artigo no jornal The GuardianAté então, apenas marcas esportivas menores ofertavam a peça. “Hijab no esporte não é um conceito novo. As mulheres têm usado hijab por milhares de anos. Mais recentemente, linhas de marcas esportivas modestas transformaram-se em uma forma de defender as mulheres muçulmanas no esporte“, diz. 

Leia também: Muçulmanas usando ‘burkini’ estão sendo retiradas de prais na França

Continua após a publicidade
Publicidade