Nike anuncia lançamento de hijab para atletas muçulmanas

Esta é a primeira vez que uma grande marca de artigos esportivos cria traje focado em mulheres islâmicas

Países de maioria muçulmana que antes proibiam a participação de mulheres em competições esportivas internacionais, como Arábia Saudita, vêm sendo pressionados a permitir o engajamento feminino nos esportes. Nas últimas Olimpíadas, vimos atletas competindo com trajes islâmicos. Por outro lado, mulheres muçulmanas enfrentam dificuldade para competir usando hijab – até 2014, a Fifa proibia o uso do véu em partidas de futebol; no basquete, está banido de jogos oficiais.

O fato é que a peça é fundamental para que muitas atletas islâmicas sigam suas crenças e participem das competições esportivas com dignidade. Pensando nisso, em 2018, a Nike lançará linha inédita de hijab, focando no desempenho das atletas muçulmanas.

Leia também: Véu e calça: dupla egípcia entra para história do esporte 

O produto, que estará disponível em três cores, foi desenvolvido por um ano, a partir da consulta a atletas como a patinadora Zahra Lari e da levantadora de peso Amna Al Haddad, dos Emirados Árabes. Durante o processo, Al Haddad contou à Nike que possuía apenas um hijab para competir, lavando-o todas as noites. A peça da Nike é feita de um tecido leve, incluindo furinhos que permitem a transpiração e sua modelagem impede que escape do corpo por acidente. 

Zahra Lari comemorou o lançamento em sua conta no Instagram: “Muito orgulhosa de fazer parte dessa jornada incrível”.

Leia também: Estas atletas fugiram da guerra e lutaram contra o preconceito para competir nas Olimpíadas

“Nike é uma potência e ver atletas muçulmanas representadas em seus produtos parece um salto“, afirma Shireen Ahmed, escritora e ativista em favor das atletas muçulmanas em artigo no jornal The GuardianAté então, apenas marcas esportivas menores ofertavam a peça. “Hijab no esporte não é um conceito novo. As mulheres têm usado hijab por milhares de anos. Mais recentemente, linhas de marcas esportivas modestas transformaram-se em uma forma de defender as mulheres muçulmanas no esporte“, diz. 

Leia também: Muçulmanas usando ‘burkini’ estão sendo retiradas de prais na França

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s