Mulheres são vistas como “sexualmente disponíveis” ao segurar drinques

As avaliações indicaram que elas são vistas como mais imorais e sexualmente disponíveis do os que homens na mesma situação

Um estudo americano avaliou que o mero fato de uma mulher segurar uma bebida alcoólica influencia na percepção que as pessoas têm sobre ela. Os pesquisadores do Instituto Politécnico de Worcester, Universidade de Nebraska e Universidade Estadual de Iowa concluíram que o gesto faz com que as mulheres pareçam mais promíscuas. Elas também são mais julgadas do que os homens na mesma situação.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores pediram que 207 homens e 191 mulheres compartilhassem suas percepções sobre fotos e falsos posts em redes sociais de homens e mulheres bebendo. As respostas de ambos os gêneros apontaram que a maioria acreditava que as mulheres que bebiam em público estavam mais bêbadas que os homens, ainda que estivessem tomando a mesma bebida.

Elas também eram rotuladas como “menos humanas” e “mais sexualmente disponíveis”. Menos humanas por aparentarem pouco auto-controle, além de baixa inteligência e sofisticação e maior imoralidade. Também pareciam solteiras e dispostas a fazer sexo casual, o que influenciava na disponibilidade sexual.

Para Jeanine Skorinko, uma das autoras do estudo e professora de psicologia no Instituto Politécnico de Worcester, os resultados da pesquisa foram mais chocantes do que o esperado e têm implicações preocupantes. Especialmente por apontar que as chances de ajudarem uma mulher em risco é menor caso ela tenha bebido.

“Apesar dessas percepções serem bastante negativas, elas nos dão uma ideia de como dar o próximo passo. Ao termos uma melhor compreensão do assunto, esperamos chamar mais atenção para esses problemas e reduzir a quantidade de mulheres vitimadas – estejam elas bebendo ou não”, diz.

Leia também: Homem manda matar esposa e enteados 28 dias após o casamento

+ Mais de 20 mulheres acusam ginecologista de abuso durante consultas

Siga CLAUDIA no Youtube