Motorista da Uber é estuprada e assassinada em cidade do Rio

Kátia Valéria Nunes Bastos tinha 47 anos e foi encontrada morta dentro de seu carro

Kátia Valéria Nunes Bastos, de 47 anos, foi encontrada morta dentro de um carro na Rodovia Washington Luiz, na altura de Duque de Caxias, Rio de Janeiro, na madrugada desta terça (8). Ela era motorista da Uber.

Os policiais do 15º BPM (Duque de Caxias) encontraram o veículo com o corpo enquanto faziam um patrulhamento de rotina na via. Um homem foi detido enquanto tentava deixar o local.

De acordo com a PM, a hipótese é de que a mulher tenha sido estuprada e depois asfixiada. O acusado teria perdido o controle do carro enquanto tentava se livrar do corpo. A Polícia investiga se houve participação de outra pessoa no crime.

+ A cada dez mulheres mortas por violência, três já haviam sido agredidas

Em nota, a Uber lamentou o ocorrido. Leia o comunicado abaixo.

“Ficamos chocados em saber que a motorista parceira foi vítima desse crime terrível. Nossos sentimentos estão com a família da Katia neste momento de dor. A Uber repudia todo tipo de comportamento violento contra mulheres e acredita na importância de combater, coibir e denunciar casos que envolvam qualquer forma de assédio ou violência. A empresa informa que o usuário envolvido foi banido e que está totalmente à disposição para colaborar com as autoridades no curso das investigações, nos termos da lei”, disse a nota.