Milkshake percorre 600km para chegar a mulher com câncer terminal

A surpresa, organizada por um amigo, foi grande para Emily Pomeranz, americana de Ohio, que recebeu sua bebida favorita no hospital em Virginia

Em um primeiro momento, a notícia de que um milkshake viajou 600km pode parecer incoerente, mas a viagem da bebida de Ohio a Virginia (mais de 600 quilômetros), nos Estados Unidos, aconteceu por um ótimo motivo. Esse milkshake foi o último pedido de Emily Pomeranz, uma mulher de 50 anos com câncer pancreático em estágio terminal.

Tudo começou quando Sam Klein, amigo de Pomeranz, a visitou no hospital em julho e perguntou se ela desejava algo. A mulher, então, disse que gostaria de beber o milkshake do Tommy’s, seu restaurante preferido em Ohio, uma última vez.

Leia mais: Câncer de mama: vinho realmente aumenta o risco da doença?

Apesar da distância e com a ajuda do restaurante, o desejo foi realizado. “Foi uma grande surpresa. Ela ficou empolgadíssima. Compartilhou a bebida com toda a família e falou sobre o acontecido por dias e dias”, relatou Klein.

No dia 31 de julho, ele resolveu compartilhar essa história em seu Facebook. “Eu gostaria de compartilhar uma história incrível sobre um lugar que nós todos conhecemos e amamos: o Tommy’s Restaurant (em Cleveland Heights, Ohio). O Tommy’s é famoso por sua comida e milkshake incríveis. Se você cresceu em Cleveland, provavelmente já experimentou a bebida. Mesmo morando em Washington, eu sempre vou ao Tommy’s quando estou em Cleveland“, começou.

“Recentemente, uma querida amiga minha, Emily Pomeranz, que também cresceu em Cleveland Heights (e também morava em Washington) precisou ser internada porque foi diagnosticada com câncer no pâncreas (seu terceiro tumor em 50 anos de vida). Eu fui visitá-la no endereço há algumas semanas e perguntei se ela precisava de algo. ‘Um boné do Cleveland Indians’, foi sua primeira resposta. Levei o acessório para ela no dia seguinte. Ela, então, disse com um sorriso: ‘gostaria de beber mais um milkshake mocha do Tommy’s“, continuou ele.

Sabendo que a amiga não poderia viajar a Cleveland, ele decidiu enviar um e-mail ao restaurante para saber se era possível concretizar o pedido de Emily, mesmo que a mais de 600 quilômetros de distância.

Leia mais: Cidade ajuda casal a adiantar união para pai com câncer assistir

Então, Tommy Fello, dono do Tommy’s, ligou para Klein alguns dias depois com a seguinte resposta: “Sim, nós vamos encontrar uma maneira de fazer isso funcionar!“. Depois de um pesquisa apurada sobre os tipos de envio possíveis, Fello enviou a bebida bem embalada para Pomeranz, que mal pode acreditar no feito.

“Infelizmente, Emily faleceu na semana passada. Ela deixa um baú do tesouro cheio de memórias, um legado de risadas, alegria e comprometimento, e amigos e familiares em luto”, escreveu Sam, que agradeceu à equipe do restaurante e ficou feliz por sua amiga poder realizar seu desejo de tomar um último milkshake do Tommy’s.